Menu Papel POP

Roteirista de “Glee” comenta que havia atores com comportamentos ruins além de Lea Michele

MAIS SOBRE:

Nesta última segunda-feira (01), a atriz Samantha Marie Ware fez uma publicação polêmica no Twitter: ela escreveu que a ex-colega de elenco Lea Michele tornou a estreia dela na TV “um inferno” por uma série de microagressões nos bastidores de “Glee”.

Depois do desabafo e alguns artistas terem entrado em apoio a Ware, Michele pediu desculpas no Instagram: “Eu peço desculpas pelo meu comportamento e a dor que eu tenha causado (…) Serei melhor no futuro após esta experiência”. Agora, nesta quinta-feira (04), a produtora e roteirista da série musical, Marti Noxon, revelou que havia outros atores com comportamentos ruins.

“Hey, eu apoio expor mau comportamento e até experienciar uma alegria quando essa comportamento recebe punição. Com isso dito, em ‘Glee’ tinha vários atores ruins. Que não eram mulheres. As pessoas na indústria sabem de quem eu estou falando. Por que a gente não está os expondo?”

Este tweet foi apagado momentos depois.

“Parece que mulheres são as primeiras a serem jogadas pra debaixo do ônibus. Mas um monte de homens não são responsabilizados por serem bullies. Como a gente deixa eles saírem impunes por isso? Talvez seja porque enquanto eles fazem alguém ganhar dinheiro, eles tem um passe-livre”, escreveu em outro tweet apagado.

A produtora revelou que deixaria os aliados homens expôr os colegas: “É  vez deles”.

Marti apagou estes tweets e esclareceu o que disse: “(…) Deletei porque não tava bem parafraseado. Quando eu disse ‘atores ruins’ sobre Glee – eu estava usando a palavra ‘ator’ como ‘pessoas que fizeram ações ruins’. Não tava me referindo a ninguém no set especificamente.”

Por fim, ela disse que a indústria em que trabalha está trabalhando para mudar e que o processo é lento e não expôs nomes.

“Glee” foi ao ar  de 2009 a 2015, com seis temporadas. Lea Michele, Darren Criss, Dianna Gron, Naya Rivera, Amber Riley, Chris Colfer, Kevin McHale e Jane Lynch estavam no elenco.

Comentários

Topo