Menu Papel POP

J.J. Abrams diz que continuará implorando para trabalhar com John Boyega após protestos

Nesta quarta-feira (03) John Boyega, famoso por viver Finn na última trilogia “Star Wars“, participou do protesto em Londres contra a violência policial direcionada à comunidade negra. Na manifestação foi pedido justiça a George Floyd, segurança negro que morreu asfixiado no último dia 25 de maio nos EUA.

O ator fez um discurso emocionante e ressaltou que isto poderia causar consequências à vida profissional: “Não sei se vou ter carreira depois disso, mas foda-se”, disse. Contudo, J.J. Abrams, o responsável pelos filmes mais recentes de “Star Wars”, o respondeu nesta quinta (04) no Twitter:

“Você sabe que enquanto eu estiver trabalhando, eu sempre vou implorar para trabalhar com você. Muito respeito e amor, meu amigo”.

Mark Hamill, o Luke Skywalker da saga, também apoiou o colega: “Nunca estive mais orgulhoso de você, John. Com carinho, papai”.

No discurso, John ressaltou:

“Vidas negras sempre importaram. Sempre fomos importantes. Sempre quisemos dizer algo. Sempre conseguimos, independentemente. E agora é a hora. Não estou esperando (…) Pessoas negras, eu amo vocês. Eu aprecio vocês. Hoje é um dia importante. Estamos lutando por nossos direitos. Estamos lutando por nossa capacidade de viver em liberdade. Estamos lutando por nossa capacidade de alcançar. Estamos lutando para que a vida seja de qualidade. Hoje, você é uma representação física disso.”

Nesta última terça o mundo também entrou em greve com o “Black Out Tuesday” e a hashtag The Show Must Be Paused (O espetáculo tem que ser pausado), cujo objetivo era paralisar as ações da indústria por um dia a fim de refletir e propor soluções ao racismo estrutural.

Comentários

Topo