Menu Papel POP

Apple anuncia o iOS 14 com grandes mudanças visuais, Widgets na tela inicial e mais

MAIS SOBRE:

Na tarde desta segunda-feira (22), a Apple apresentou o WWDC Special Event Keynote – um evento online para apresentar algumas novidades da companhia. A maior novidade foi a atualização do sistema iOS, já na 14ª edição.

Primeiro de tudo, se liga neste vídeo e entenda como vai rolar a customização no sistema. Tá tudo!

Ou seja, agora a tela de início estará muito mais customizável! Você poderá adicionar vários widgets, deixando o seu iPhone mais inteligente conforme a sua rotina de uso. Se você ouve muitos podcasts, por exemplo, este app será mais importante do que o da bússola, por exemplo. O Smart Stack que mostra automaticamente os aplicativos relevantes com base na hora do dia. Também foi anunciado uma nova exibição da App Library que organiza os aplicativos em grupos e listas.

Os chats no iMessage, por exemplo, agora ganharam muitas novas funcionalidades. Você pode navegar com mais facilidades entre as mensagens de um contato específico, ao invés de ter que ficar procurando entra as várias conversas em um grupo.

O Maps também ganhou melhorias. Agora, ele apresenta funções para pessoas que preferem fazer seus percursos de bike. Assim, ele irá te mostrar os diversos caminhos possíveis, alertando sobre escadarias (onde você terá de carregar a bicicleta), inclinações ou morros que podem ser mais complicados de pedalar. Ah, se você tiver um carro elétrico, os mapas também apontarão para um posto de abastecimento.

O Apple Car ganhou funcionalidades interessantes! Agora, você pode usar seu iPhone para abrir seu carro e também ligá-lo (se o modelo do seu carro permitir este tipo de conectividade, é claro). Você também pode enviar um “chave digital” para alguém que precise usar seu carro, através do iMessage. Muito chique!

iPadOS: o design multiuso está cada vez mais fluído e conectado. Agora, as ligações não tomam conta de toda a tela, interrompendo o que você estiver fazendo, elas aparecerão como uma notificação no topo da tela, mas a vibração continua a mesma. A Siri também está mais simples, aparecendo no canto da tela sempre que necessário e mais conectada com o conteúdo que está sendo desenvolvido.

E quando você utilizar a plataforma de textos, escrevendo com a Apple Pencil, você terá mais precisão, além de poder deixar tudo o que escrever ou desenhar de forma mais “profissional” – ao desenhar uma estrela, por exemplo, o sistema poderá deixá-la mais perfeita do que seu rabisco, se você quiser. Além disso, ele também vai detectar mais línguas, diferenciando telefones, sites ou endereços – os convertendo em ícones.

Os EarsPods também se tornam mais inteligentes. Você não precisará mais se desconectar do iPhone para assistir uma série no iPad. Ele vai identificar a sua prioridade naquele momento, fazendo a transição automaticamente. E se você estiver assistindo a um filme no iPad, mas alguém ligar para seu iPhone, ele entenderá que você precisa se conectar ao telefone.

O sistema Apple Watch também tem novidades. O relógio está mais atento quando você estiver lavando suas mãos, principalmente neste momento de pandemia, dizendo quando tempo você ainda deve higienizá-las. Além disso, é claro que a biblioteca de mostradores de hora foi atualizada. E agora, novas funções de exercício foram adicionadas. E vamos de dança!

Privacidade: a empresa está apresentando cada vez mais formas de segurança no sistema deles. Se você usa a Wallet do celular, saiba que o app está mais codificado, deixando suas informações mais seguras na plataforma.

Home: a ideia da Apple é entrar de vez no mundo das “casas inteligentes”. Você pode tornar tudo cada vez mais conectado. As lâmpadas, tomadas, câmeras, aparelhos de ar-condicionado, ou seja, concentrando seus aparelhos na palma da sua mão.

Apple TV: a conectividade com o Xbox está mais fluída, adicionando os controles à lista de gadgets. E também tem mais conectividade com apps fitness e de dança. Mas, sério, para tudo para o anúncio do Apple TV+.

Foi anunciada uma nova série e parece que ela será épica! “Foundation”, baseada na obra de Isaac Asimo, chegará às telas dos iPhones, iPads, MacBooks e televisões no ano que vem. Olha só a prévia:

MacOS: mudanças! Se você é um daqueles entusiastas de design, saiba que vai gostar. Os aplicativos dos computadores da Apple foram atualizados e tudo será ainda mais fluído. As pastas e programas se tornaram ainda mais leves e customizáveis.

Centro de notificações também deram uma mudada, além de novidades para o iMessage. Safari também ficou mais rápido e mais seguro. Se liga neste vídeo:

MacCatalyst: desenvolvedores de aplicativos e programas receberam mais atenção. A Apple deixou tudo mais simples e funcional. Ou seja, se você é um desenvolvedor e usa Mac, saiba que as coisas estarão ainda melhores para suas criações, tá?

A coisa ficou séria e chegamos na parte de processadores. Adeus, Intel. Olá, Apple Silicon! Pensando em deixar o sistema ainda mais rápido, com a melhor performance possível, a empresa agora fará os próprios processadores. O rumor já é antigo e agora sabemos que é verdade.

A ideia é deixar os desktops e notebooks ainda mais potentes, mas ainda sem prejudicar a bateria dos aparelhos. Combinando o conhecimento de anos, eles desenvolveram um processador que deixa tudo ainda mais incrível.

A parceria com a Microsoft está ainda mais firme. Os programas como Word, PowerPoint e Excel, já aparecem como nativos do sistema. A Adobe também está dentro: Photoshop, Lightroom, Illustrator, tudo rodando mais rápido e suave possível.

E se você usa Final Cut Pro, saiba que o programa está ainda mais adaptado aos MacBooks e iMacs. Tá mais fluído do que nunca, super “smooth”, rs. 4K? Tranquilo! Gráficos ainda mais potentes e deixando tudo mais maravilhoso.

Comentários

Topo