Menu Papel POP

“13 Reasons Why”: 4ª temporada recebe 17% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes

A quarta e última temporada da série “13 Reasons Why“, da Netflix, recebeu muitas críticas desde o anúncio dos novos episódios de encerramento da trama e isso está refletindo nas avaliações que a produção vem recebendo.

Parece que a crítica especializada também não gostou muito da última parte da atração. O portal Rotten Tomatoes, que recolhe críticas sobre filmes e séries, mostra que a história conseguiu somente 17% de aprovação e a nota da audiência também não é das melhores, com 63%.

Como os novos capítulos foram lançados há poucos dias, sexta-feira (5), a avaliação pode mudar conforme novas críticas forem adicionadas à plataforma – fazendo a nota aumentar ou diminuir. Mas, veículos como The Hollywood Reporter e IGN Movies já fizeram suas críticas.

O THR, por exemplo, disse que os episódios não deveriam ter uma hora de duração, muito menos um último capítulo de 1h36min…

“’13 (mesquinhas) Reasons Why’ acabou em uma confusão bombástica. Os episódios são intermináveis. Este programa não faz sentido sendo uma hora inteira. E certamente não é da nossa conta nos deixar com um final de série de uma hora e 36 minutos. (…) Uma obsessão com orgasmos adolescentes contorcidos. Sério, todo o sexo falso-falso começa a parecer assustador (especialmente porque toda uma trama gira em torno da roupa de baixo manchada de sêmen de uma menina de 17 anos). (…) [Eles] não têm idéia de como realmente examinar o racismo, o tempo todo aludindo a ele através de um subtexto.”

Já o IGN classificou a trama como uma grande bagunça:

“São muitas as razões pelas quais esse hit adolescente saiu dos trilhos. Não sobra nada para o acaso, envolvendo quase todos os aspectos importantes do que agora é certamente a marca registrada do show: jogue todos os possíveis problemas em um liquidificador e esmague o interruptor rotulado como “o poder da amizade e da redução de escala” até ficar tranquilo. ’13 Reasons Why’ prioriza uma escavação das temporadas anteriores, em vez de olhar para o futuro, e isso parece estranho, uma vez que as motivações para muitas das decisões questionáveis ​​desses adolescentes são acenadas com a frase favorita de todo conselheiro: “pense sobre admissões na faculdade.”

Porém, vale lembrar que a terceira temporada conseguiu uma avaliação mais baixa, com somente 12% de aprovação da crítica especializada e 40% do público. A primeira parte foi a que garantiu melhores notas: 78% dos críticos e 79% dos espectadores.

Contudo, mesmo com notas baixas, o seriado continua sendo um dos mais populares da Netflix, com milhões de fãs ao redor do mundo. Caso você ainda não tenha assistido, se liga no trailer:

Todos os episódios de “13 Reasons Why” estão disponíveis na Netflix.

Comentários

Topo