Menu Papel POP

Spike Lee revela preocupação com a pandemia: “Corona não está brincando”

MAIS SOBRE:

Spike Lee quer preservar a saúde e não se arriscar em meio à Covid-19. Quando a notícia de que os cinemas seriam reabertos no estado da Geórgia, nos EUA, o diretor se manifestou contra a decisão, e, agora, disse que muitos cineastas e produtores esperam por uma vacina.

O diretor – que está para lançar o mais novo filme intitulado “Destacamento Blood”, para a Netflix – começaria a gravar um longa baseado no romance gráfico “Prince of Cats”, contudo, devido à pandemia, não será possível por agora. “É Romeu e Julieta durante a era do hip-hop. Ocorre na República Popular do Brooklyn. Eu deveria estar filmando neste verão”, disse o cineasta à Vanity Fair.

Então, Lee revelou a preocupação com o vírus:

“Eles não estão fazendo nada até a vacina. Eu sei que não vou ao cinema. Eu sei que não vou a um espetáculo da Broadway. Eu sei que não vou ao Yankee Stadium. Corona é uma v**ia. Corona não está brincando. Você leva na brincadeira, vai ser morto, vai morrer. Não estou pronto para ir.”

Ele acrescentou que é impossível gravar filmes com as regras do distanciamento social: “Como você vai fazer uma cena de amor ou uma cena íntima agora?” ele disse. “Quero dizer, você vai fazer um filme de forma remota, como o Saturday Night Live?… Eu não sei como você faz isso. Então, estamos em pausa agora”.

Bom, enquanto boa parte das pessoas está impossibilitada de fazer atividades comuns, como ir ao cinema, podemos aproveitar que “Destacamento Blood” será lançado no streaming, né? Com Lee na direção, o longa conta com  Chadwick Boseman (“Pantera Negra), Jean Reno (“O Profissional), Delroy Lindo (“The Good Fight), Jonathan Majors (“A Rebelião) e Paul Water Hauser (“Eu, Tonya”) no elenco.

O projeto chega à Netflix no dia 12 de junho.

Comentários

Topo