Menu Papel POP

PJ Harvey anuncia lançamento de demos inéditas do álbum de estreia em LP

MAIS SOBRE:

Se você gosta de rock, deve saber que PJ Harvey é uma das maiores artistas do gênero. Duas vezes vencedora do Mercury Prize Award, maior prêmio da música britânica, ela tem uma discografia monstra que flerta tanto com influências do grunge, quanto o pop, produzindo sons densos, muitas vezes com viés político.

Na última semana Polly havia publicado uma foto nas redes sociais em que mostrava um conjunto de fitas K7. Em cada uma delas era possível perceber rótulos que apontavam para a presença de demos. Logo os fãs começaram a se questionar sobre o que poderia significar aquilo.

Nesta quinta-feira (28) a cantora anunciou que lança no próximo dia 24 de julho uma nova tiragem do álbum “Dry”, lançado em 1992. Este foi o trabalho de estreia da artista, amplamente elogiado. Além disso, chega ainda às lojas um LP com todas as demos do projeto. Olha que demais!

“Dry”, vale lembrar, traz hits como “Dress”, um rock progressivo delicioso, e “Happy And Bleeding”, faixa em que descreve por meio de metáforas a própria menstruação. Como prévia, chegou ao streaming a demo de “Sheela-Na-Gig”. Pode vir o disco todo!

Segundo a própria Polly, a ideia é relançar toda a sua discografia em vinil, gradativamente. Portanto, afine a agulha da vitrola e se prepare! Por enquanto, os itens estão à venda apenas na loja oficial da artista a partir de 17,99 libras (choros in English language). Se você for rápido, ainda é possível descolar um exemplar autografado…

O último trabalho de estúdio lançado por PJ Harvey foi o aclamado “The Hope Six Demolition Project” (2016). Produzido em parceria com o amigo John Parish, o disco é uma espécie de prenúncio do fim do mundo. Nas canções, compostas durante longas viagens que tiveram como destino o Afeganistão, o Leste Europeu e a periferia de Washington, ela faz duras críticas sociais, além de relembra a formação histórica dos locais pelos quais passou.

Ao fundo soam instrumentos como saxofones, cordas e gaitas. Quase uma marcha fúnebre… Ouça!

Comentários

Topo