Menu Papel POP

Morre aos 94 anos Michel Piccoli, ator de “A Bela da Tarde” e “O Desprezo”

O cinema francês está de luto. O ator Michel Piccoli, famoso por atuações nos filmes “As Coisas da Vida”, “A Bela da Tarde” e “O Desprezo”, faleceu no último dia 12 de maio aos 94 anos. A informação foi confirmada por sua família nesta segunda-feira (18).

A causa da morte, segundo um comunicado enviado à imprensa, foi um acidente vascular cerebral. Piccoli estava em casa, cercado pela esposa Ludivine e por seus dois filhos, Inord e e Missia.

Com uma respeitável carreira no cinema, que conta com mais de 150 filmes, o ator ganhou notoriedade em 1963 quando estrelou “O Desprezo”, filme de Jean-Luc Godard em que atua também a lenda Brigitte Bardot.

A trajetória de Piccoli, que chegou a ser indicado quatro vezes ao prêmio César, o mais importante do cinema francês, foi marcada ainda por colaborações com o espanhol Luis Buñuel. Foi ele o responsável por filmes como “Diário de Uma Camareira” (1964) e “A Bela da Tarde” (1967), este que talvez seja seu maior sucesso. No longa o ator vive um affair com Cathetine Deneuve.

As colaborações com mestres da dramaturgia não pararam aí. Depois vieram Agnès Varda, Alfred Hitchcock e Jean Renoir.

Nos últimos anos, Piccoli lançou um livro de memórias que compila trechos de entrevistas suas para o amigo Gilles Jacob, ex-presidente do Festival de Cannes. À época, aos 90 anos, o ator revelou que sentia uma certa angústia por estar afastado das telas.

“Gostaria que isso não acabasse nunca. Mas acabará”.

Comentários

Topo