Menu Papel POP

Anitta questiona Regina Duarte: “Seu cargo só governa para quem pensa semelhante?”

A cantora Anitta fez críticas à atual secretária especial da Cultura no governo Jair Bolsonaro, Regina Duarte, na noite desta quinta-feira (8). As falas vêm em resposta a uma entrevista dada pela atriz à CNN Brasil horas antes.

No perfil de Regina no Instagram, a cantora deixou um longo comentário em que diz que “não se deve governar apenas para os que te causam afeição” pois isso “não seria governar para o povo”. Anitta também afirmou que a “cultura no Brasil vai muito além do ballet clássico, das orquestras sinfônicas e dos livros de poesia” e reiterou que as falas de Regina em referência à ditadura militar a deixaram assustada.

“Eu e muitos dos meus amigos seríamos os primeiros censurados caso esse regime voltasse ao Brasil”, escreveu.

A cantora questionou ainda as ações feitas pela secretaria da cultura em apoio à classe artística durante a pandemia do novo coronavírus – um dos principais motivos do atrito que a entrevistada teve com a equipe do canal.

Durante a entrevista, concedida ao vivo de seu gabinete em Brasília para o repórter Daniel Adjuto, Duarte chegou a cantarolar a música “Pra Frente Brasil”, um dos hinos da Copa do Mundo de 1970, associado também ao regime militar.

A secretária também disse que “sempre houve tortura no Brasil” e minimizou as mortes causadas pelo regime. “A humanidade não para de morrer. Se você fala em vida, tem morte. Stalin, quantas mortes? Hitler, quantas mortes? Não quero arrastar um cemitério de mortos nas minhas costas, sou leve, viva”, disse.

Ela também se irritou com a equipe da CNN e se recusou a responder uma mensagem enviada em vídeo pela colega Maitê Proença. No conteúdo, a atriz indagava Regina sobre sua recusa em divulgar notas públicas sobre a morte de personalidades da cultura como Aldir Blanc e Flávio Migliaccio, além do desamparo enfrentado por artistas em meio à Covid-19.

Assista na íntegra abaixo.

Comentários

Topo