Menu Papel POP

Selena Gomez desabafa sobre ter virado manchete de tabloide: “Estava me matando”

MAIS SOBRE:

Capa de abril da Interview Magazine, Selena Gomez discutiu abertamente sobra sua vida e carreira, perpassando por temas como depressão e seu novo álbum, “Rare”, lançado em janeiro deste ano (via People).

Sobre estar constantemente em matérias de tabloide, a cantora falou como sua intenção nunca foi essa. Ela comentou como as coisas “saíram de controle” quando ela era ainda muito nova, se referindo ao relacionamento conturbado que teve com Justin Bieber.

“Quando as coisas aconteceram dessa maneira, ficou fora de controle. E então eu fiquei tipo, ‘Espere, nada disso é verdade’. A maneira como a mídia às vezes tentou explicar as coisas, piorou, quando na realidade não há nada errado com o fato de que eu precisava ir embora de algo ou que eu me apaixonei. Eu tive que começar a me abrir porque as pessoas estavam tirando minha narrativa de mim mesma, e isso estava me matando. Acho que isso mostrou às pessoas que eu estava fraca em alguns momentos e que eu tinha meus problemas”.

Embora Gomez tenha divulgado em Live com Miley Cyrus, recentemente, que sofre de transtorno bipolar, a jornada pública com sua saúde remonta a 2013, quando ela pausou a turnê “Stars Dance” para o tratamento de lúpus. Posteriormente, cancelou a turnê “Revival” para focar em sua felicidade e saúde, após sofrer ataques de pânico, ansiedade e depressão. Já em 2017, ela passou por um transplante de rim.

Agora em janeiro, ela voltou com tudo à cena musical com o “Rare”, primeiro álbum em cinco anos. O single de estreia do projeto, “Lose You to Love Me”, rendeu a Gomez seu primeiro número 1 na parada Hot 100 da Billboard.

“Eu escrevi no começo do ano passado quando eu tinha acabado de sair do tratamento. Foi um momento em que voltei e fiquei tipo ‘Estou pronta para entrar no estúdio com pessoas em quem confio e começar a trabalhar em músicas’. As pessoas estavam muito felizes, porque era como se eu fosse finalmente ser eu mesma. Mas eu não via necessariamente dessa maneira na época. Quando escrevi a música, estava basicamente dizendo que precisava chegar ao fundo do poço para entender que havia um véu enorme no meu rosto”.

Desde o lançamento do álbum, Gomez disse que não prestou muita atenção aos críticos.

“Eu li algumas [críticas], principalmente porque não lançava um álbum há anos. Meu amigo me enviou algumas boas críticas, e foi incrível, porque nem todos os meus álbuns foram vistos dessa maneira. Não fui além disso porque sei o que acontece comigo. Entrando num surto mexendo na Internet? Eu não posso fazer isso.”

Bora ouvir a versão deluxe do “Rare”?

Comentários

Topo