Menu Papel POP

Rihanna ganha prêmio da PETA por incentivo à moda vegana em peças da marca Fenty

Desde que foi lançada em 2017 a marca Fenty, um dos vários negócios comandados por Rihanna, tem chamado a atenção. Além de promover campanhas inclusivas com modelos negras, plus size, carecas, grávidas, asiáticas e, acima de tudo, que representem um amplo conceito de diversidade, a artista e seu time de colaboradores também tiveram a preocupação de criar peças que não envolvessem em seu processo de confecção qualquer tipo de maus tratos animais.

Não é de hoje que ela recebe elogios por grupos ligados à causa e, a fim de fazer jus a esse cuidado, Rihanna recebeu da PETA, uma das mais famosas organizações não governamentais americanas que luta pelos direitos dos animais, um prêmio especial em que é reconhecida pela atitude.

Em nota publicada na tarde desta quinta-feira (9) a ONG anunciou a novidade, destacando ainda o quão louvável foi a decisão da cantora que em suas palavras, visto que “incorpora uma vibração icônica e rebelde”, bem como incentivar outras marcas a fazer o mesmo já que “o couro vegano super macio empregado em saias, capuzes e tops dá às peças um ar refinado”.

“Ela prova que a moda vegana pode fazer com que você brilhe como um diamante! A PETA oferece a Rihanna o Compassion in Fashion Award pela sua surpreendente coleção atual da Fenty totalmente livre de couro animal.”

Além de Bad Gal Riri, outras celebridades receberam elogios da ONG. A tenista Serena Williams, que possui sua própria grife, bem como Billie Eilish e Millie Bobby Brown, que firmaram parcerias recentes com as marcas H&M e Converse, respectivamente, também foram mencionadas.

Você pode conferir a lista completa de nomes engajados na causa clicando aqui.

Comentários

Topo