Menu Papel POP

Chris Martin, St. Vincent, H.E.R, Foo Fighters e mais fazem tributo emocionante a Prince

Nesta terça-feira, 21 de abril, completou quatro anos desde que o mundo perdeu o lendário Prince.  Para celebrar o legado que ele deixou no mundo da música, foi ao ar pela primeira vez o especial do Grammy:”Let’s Go Crazy: The Grammy Salute To Prince”.

Apresentado por Maya Rudolph, a homenagem ao dono de “Purple Rain” incluiu apresentações de Chris Martin, St. Vincent, H.E.R, Foo Fighters, Beck, Common, Mavis Staples, John Legend, Miguel, Susanna Hoffs e muito mais. Usher e sua apresentação com FKA twigs e Sheila E. na 62ª edição do Grammy em Janeiro também apareceu no especial.

Chris Martin cantou ao lado de Susanna Hoffs a faixa “Manic Monday”, o hit dos Bangles escrito por Prince. A apresentação ficou bem sensível:

Gary Clark Jr. e H.E.R. apresentaram o hit titular da noite, “Let’s Go Crazy”. Juanes também arrasou com uma versão animada de “1999”. O astro do rock colombianofoi  apresentado pela amiga de longa data de Prince, Naomi Campbell. Ele foi seguido por outra música de H.E.R., desta vez com a dançarina e colaboradora do ícone, Misty Copeland. Seus lindos movimentos de dança trouxeram uma energia poderosa para a performance de H.E.R. de “The Beautiful Ones”.

Já Dave Grohl liderou o Foo Fighters em um cover de “Darling Nikki”, com muito rock ‘n’ roll e gritos potentes! Ficou de arrepiar:

Em entrevista, Grohl revelou a experiência de ter tocado com Prince em uma Arena vazia e na qual fizeram um cover de “Whole Lotta Love” do Led Zeppelin.

O anjo do R&B, Miguel, que trouxe muita sensualidade – com renda branca e delineador – para a faixa “I Would Die 4 U” ao lado de Sheila E.

John Legend fez um cover de “Nothing Compares 2 U”, música indicada ao Grammy de Prince e cantada por Sinéad O’Connor. “Ele preparou o palco para todos nós que seguimos (…) Sua musicalidade, sua criatividade, sua coragem – tudo sobre ele é o que um artista deveria ser”, disse Legend, vencedor do EGOT, que usava um traje cinza-escuro.

St. Vincent mostrou que não veio para brincar com seu imenso talento na guitarra e nos vocais impecáveis. Com uma roupa cheia de babados lilás, ela cantou “Controversy”, faixa-título do álbum de 1981. A artista contou como Prince foi em um de seus shows, a deixando super sem jeito.

Em seguida, Beck cantou o onipresente clássico do catálogo Prince, “Raspberry Beret”. Clark Jr. voltou ao palco para um dueto especial com Sheila E., de outro faixa profunda do “Sign ‘O the Times”, “The Cross”.

Prince foi nomeado a 38 categorias no Grammy, ganhando sete delas. Dois de seus álbum – “1999” e “Purple Rain” estão no Grammy Hall Of Fame Award. Recentemente, a Warner revelou que “1999” vai ganhar uma reedição e que, além das 11 faixas originais, serão incluídas no projeto outras 35 (!!!) gravações inéditas. O disco estará disponível tanto em formato físico (em CD, DVD e vinil), quanto digital a partir do dia 29 de novembro. Todo o conteúdo será remasterizado.

Rei!

Comentários

Topo