Menu Papel POP

Rihanna doa US$ 5 milhões para ajudar no combate ao coronavírus

MAIS SOBRE:

Uma boa ação no meio desses tempos difíceis!

Rihanna se juntou à lista de celebridades (como Ariana Grande, Ryan Reynolds e Blake Lively…) tentando ajudar a combater a pandemia do coronavírus.

A Fundação Clara Lionel (CLF), da cantora, doou US $ 5 milhões para várias organizações ao redor do mundo, particularmente em comunidades marginalizadas nos Estados Unidos, no Caribe e na África, que estão tratando os doentes e trabalhando para impedir a propagação da COVID-19.

O dinheiro vai abastecer bancos de alimentos, reforçar esforços médicos, comprar materiais de trabalho para enfermarias e hospitais e fundar o desenvolvimento da vacina. Algumas dessas organizações são: Direct Relief, Partners In Health, Feeding America, Comitê Internacional de Resgate, Fundo de Resposta de Solidariedade a COVID-19 da Organização Mundial da Saúde, e outros.

A diretora executiva da CLF, Justine Lucas, disse em comunicado (via Variety):

“Nunca foi tão importante ou urgente proteger e preparar comunidades marginalizadas e carentes – aquelas que serão mais afetadas por essa pandemia. A CLF acredita que uma das armas mais poderosas que temos contra COVID-19 é a preparação. Proteger nossos profissionais de saúde na linha de frente e comunidades marginalizadas em todo o mundo exige preparo, e a hora de agir é agora.”

Rihanna fundou a organização em 2012 em honra aos seus avós, Clara e Lionel Braithwaite, com o objetivo de apoiar iniciativas de educação e saúde por todo o Caribe e África.

Comentários

Topo