Menu Papel POP

Lollapalooza será adiado e novas datas devem ser remarcadas ainda em 2020, diz jornal

Coronavírus, você prometeu! O Festival Lollapalooza Brasil deve mesmo ser adiado, segundo informações obtidas pelo jornal  Folha de S. Paulo e publicadas na tarde desta quinta-feira (12). O evento, marcado para os próximos dias 3, 4 e 5 de abril, acontece anualmente no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

A medida de segurança, confirmada por fontes ligadas à organização, foi tomada após o coronavírus ter atingido o status de pandemia pela OMS, o que significa que sua propagação é rápida e tem atingido vários continentes. A equipe trabalha firme para remarcá-lo ainda em 2020. Por enquanto, não houve um pronunciamento oficial.

Durante uma live na tarde desta quinta-feira (12) o cantor libanês Mika lamentou o fato de não poder vir ao continente. Esta seria sua primeira vez tocando no Brasil em 10 anos.

“Estou desapontado porque trabalhei nesse show por mais de um ano. Desta vez estou fazendo uma turnê ao redor do mundo e não é sobre ambição de estar e chegar a mais lugares, mas sim sobre os fãs que ficarão desapontados, que compraram ingressos, muitos vão viajar. Vamos nos organizar e dar um jeito nisso! China, América do Sul, Coachella… todas essas coisas são muito importantes pra mim.”

Na Argentina e no Chile atitudes semelhantes foram tomadas. As autoridades, preocupadas com os altos níveis de contágio, informaram que vão remarcar o evento em breve e manterão o público a par.

“A equipe do Lollapalooza Argentina informa que estamos trabalhando na reprogramação da edição 2020 do festival para a segunda metade deste ano. Diante deste fato sem precedentes, nossa máxima prioridade é preservar a saúde e a segurança do público, dos artistas e das equipes, acatando as medidas preventivas das autoridades públicas e sanitárias. Em breve compartilharemos mais informações sobre as novas datas através de nossa página na internet e redes sociais. Obrigado pela paciência.”

O Lollapalooza acontece anualmente nestes três países da América do Sul em datas próximas com um lineup igualmente parecido. Nesta edição estavam confirmados os nomes de Lana Del Rey, Guns N Roses, The Strokes, Gwen Stefani, Travis Scott, Pabllo Vittar, Ludmilla e Mika, entre outros.

Comentários

Topo