Menu Papel POP

Paulo Coelho revela que estava escrevendo livro infantil com Kobe Bryant

Paulo Coelho e o recém-falecido Kobe Bryant, ícone da NBA e vencedor do Oscar em Melhor Curta de Animação, estavam trabalhando juntos em um livro infantil.

Kobe perdeu a vida neste domingo (26) em um acidente de helicóptero, em Calabasas, Los Angeles. Sua filha Gianna Maria Onore, de 13 anos, estava na aeronave e também não sobreviveu a queda.

Com isto, o brasileiro Coelho lamentou em seu Twitter a morte do jogador e revelou que os dois estavam trabalhando em um livro. Ele publicou um print de uma conversa por mensagem com o astro do basquete. “Vamos escrever um livro juntos”, sugeriu Kobe, e foi respondido pelo escritor de que poderiam começar a qualquer momento.

“Você foi mais do que um grande jogador, querido Kobe Bryant. Eu aprendi muito conversando com você. Vou deletar aquele rascunho agora, esse livro perdeu seu propósito” , escreveu. Muitos fãs ficaram chateados e pediram para ele não deletar.

O autor de “O Alquimista” comentou à Associated Press que eles discutiram sobre o projeto em 2016, mas começaram a escrevê-lo alguns meses atrás.

“[Apagar o rescunho] não me impede de escrever um dia sobre as coisas que aprendi com Kobe e o quanto ele era uma pessoa maior do que a vida. Mas o livro infantil não fazia mais sentido”.

Coelho falou que a ideia por trás de sua colaboração com Bryant era inspirar crianças carentes a superar as adversidades através do esporte. “Kobe sempre se preocupou muito em fazer um livro que fosse um exemplo positivo para as crianças, especialmente aquelas que vieram de origens humildes”, disse Coelho.

“Eu o vi várias vezes e posso garantir ele tinha muito mais do que esportes em mente; não se tratava apenas de competição “, afirmou Coelho.” Sua morte trágica já mostrou como ele era importante para o mundo, não apenas para os Estados Unidos. Discutiremos seu legado por muitos anos, muito além do esporte “, terminou.

Comentários

Topo