Menu Papel POP

Jennifer Lopez, Lupita Nyong’o e Taron Egerton: os maiores esnobados do Oscar 2020

Foi liberada, nesta segunda-feira (13), a lista com os indicados ao Oscar 2020. Como o esperado, “Coringa” se destacou com nada menos que 11 nomeações, seguido por filmes como “Era Uma Vez Em… Hollywood”, “1917” e “O Irlandês”.

Com isso, mais uma vez, a Academia foi criticada pela falta de diversidade em suas escolhas. Greta Gerwig, por exemplo, não recebeu uma indicação na categoria de melhor direção mesmo com “Adoráveis Mulheres” concorrendo a seis estatuetas. Sendo assim, apenas homens competem pelo prêmio.

Awkwafina também foi esnobada pela premiação. Isso surpreendeu o público porque a atriz chegou até a ganhar um Globo de Ouro no último dia 5 por sua performance em “A Despedida”.

Outra ausência que causou espanto foi a de Jennifer Lopez, já que a artista foi muito elogiada por sua atuação em “As Golpistas”, além de ter recebido indicações no Globo de Ouro e SAG Awards.

Sabe de quem mais a gente sentiu falta? Lupita Nyong’o! Ela foi um dos grandes destaques de 2019 ao fazer uma interpretação dupla no filme “Nós”, de Jordan Peele. Poxa…

Apesar de também ter sido aclamado pela crítica, o astro de “Rocketman” — Taron Egerton —  foi esquecido. Aliás, a cinebiografia de Elton John só foi lembrada na categoria de canção original com “(I’m Gonna) Love Me Again”.

E o Robert De Niro que não foi reconhecido por sua atuação em “O Irlandês”? No Oscar 2020, ele concorre apenas como produtor.

Até sucessos de bilheteria como “Frozen 2” foram deixados de lado de certa forma. O filme foi indicado para competir pelo prêmio de melhor canção original, mas não está entre os nomeados na categorias de melhor animação.

Beyoncé, por sua vez, ficou 100% de fora da lista quando todos esperavam um reconhecimento por “Spirit” — a elogiada música de “O Rei Leão”.

A premiação, vale lembrar, acontece no dia 9 de fevereiro.

A lista com todos os indicados pode ser encontrada aqui. Você acha que faltou mais alguém?

Comentários

Topo