Menu Papel POP

Dez séries hispano-americanas que bombaram nos streamings em 2019

Muitas séries foram lançadas ao longo do ano, como é de praxe. Seja na televisão ou nos serviços online de streaming, as produções invadiram as casas e telas fazendo com que seus espectadores se vissem fissurados por cada trama.

Fugindo à lógica do “inglês em primeiro lugar”, os projetos hispânicos têm ganhado mais espaço. Caso você esteja na vibe de praticar o espanhol – ou só queira dar um tempo de outros idiomas, nós decidimos separar alguns seriados que fizeram sucesso ao longo deste ciclo.

Além das novidades, há também na nossa lista séries que tiveram suas segundas ou terceiras temporadas divulgadas. Dá pra maratonar tranquilamente na Netflix, na Amazon Prime Video, na HBO GO… então vem com a gente!

“La Casa de Papel” (3ª temporada, Espanha) 

É óbvio que esta lista precisa começar com “La Casa de Papel”. A série espanhola conta a história de oito criminosos que decidem assaltar a Casa da Moeda da Espanha. É claro que as coisas não saem da melhor forma possível e tudo é registrado pela mídia local. Neste ano, a Netflix liberou a terceira parte da trama que vem cheia de muita tensão, gente bonita e aventuras!

“As Telefonistas” (4ª temporada, Espanha)

“As Telefonistas” é um seriado espanhol com muito drama e romance criada, escrita, dirigida e produzida por Ramón Campos. Disponível na Netflix, a produção é ambientada nas décadas de 1920 e 1930, em Madrid, e conta a história de vida de quatro mulheres que trabalham na central de uma grande companhia telefônica. Não pense que a trama é boba ou que conforme os episódios avançam o ritmo diminui: tem suspense, assuntos deliciados, roubos (!) e até um assassinato…Vale a pena conferir!

A 5ª temporada chega em 2020 e será dividida em duas partes! Dá tempo de assistir tudo antes da estreia, que vai acontecer em fevereiro.

“Vis a Vis” (4ª temporada, Espanha) 

A série espanhola é outra que se tornou sucesso no Brasil após sua chegada à Netflix. A produção é da Fox Espanha e tem quatro temporadas no streaming. Muita gente a classificou como uma “Orange Is The New Black” hispânica, mas o seriado é mais denso e sério do que a história americana. Não tem tanta comédia. “Vis a Vis” conta como Macarena Ferreiro , uma jovem que se apaixonou pelo chefe, acaba presa ao ser acusada de cometer quatro crimes fiscais.

“A Casa das Flores” (2ª temporada, México)

Olha… essa daqui é uma daquelas séries que ou se ama, ou se odeia. A vibe dramática novelística e cheia de reviravoltas de “A Casa das Flores” dá o tom na história cativante da família De La Mora. A atração mexicana, criada por Manolo Caro, está disponível na Netflix e possui duas temporadas. Os personagens tem seus próprios dramas e tragédias individuais, mas tem de lidar com os problemas da família toda. É aquele tipo de seriado que você se reconhece em alguns momentos – seja isso bom, ou ruim.

“Sempre Bruxa” (1ª temporada, Colômbia)

Bruxas sendo queimadas? Olha, mais ou menos. A série colombiana “Siempre Bruja” fala sobre Carmen Eguiluz, uma bruxa que vive na Colômbia do século XVII. Ao ver que vai ser queimada em uma fogueira, a jovem de 17 anos consegue viajar no tempo para continuar viva. Ela vem para o mundo de 2019, mas percebe que tudo é muito diferente do que ela conhecia e vivia!

“O Jogo das Chaves” (1ª temporada, México)

Atenção, fãs de RBD! Esta é uma oportunidade para rever Maite Perroni atuando. A história gira em torno de quatro casais de amigos que já estão bem cansados e que tem seus relacionamentos em uma rotina. Para animar as coisas, eles decidem trocar parceiros entre si… e aí, já imagine: isso pode levar a diversas revelações, sejam elas emocionais, sejam sexuais. Disponível na Amazon Prime Video!

“Elite” (2ª temporada, Espanha)

Ai, o que dizer desta série que já é, de longe, um dos maiores sucessos da Netflix? Temos na narrativa muita gente bonita (gente bem sexy mesmo!), além de mistério, sexo, muita tensão e mentiras! Tudo começa quando três estudantes ganham bolsas de estudo para frequentar o colégio mais elitizado de toda Espanha, o Las Encinas. Eles não pertencem àquele mundo e as diferenças vão causar muitos conflitos. Eles vão se descobrindo, se relacionando, se odiando e um assassinato acontece. Quem é o culpado? As duas temporadas já estão no ar para você se envolver com esta galera.

“Club de Cuervos” (4ª temporada, México)

Esta série mexicana começou lá em 2015. “Club de Cuervos” foi a primeira série original da Netflix em língua espanhola, mas sua trama se estende até os dias de hoje. Em 2019, foi lançada a quarta temporada da produção, a última – mas que deve ganhar ainda spin-offs devido a sua popularidade. A produção conta a história de um casal de irmãos que herda um time de futebol. Com pressões de todos os lados, a relação deles acaba ficando meio tensa.

“O Jardim de Bronze” (2ª temporada, Argentina)

Este seriado da HBO GO é uma produção argentina que estreou em 2017, mas sua segunda temporada só veio em 2019 – quando, por aqui, aliás, começou a ganhar popularidade. A trama está centrada na história de Fabián Danubio, um arquiteto, que luta para encontrar sua filha desaparecida de forma inexplicável, sem deixar nenhum vestígio. A polícia parece não colaborar para responder as respostas e suposições do pai, e aí que ele decide ir atrás da garota por conta própria. É claro, não vai ser tão simples assim quanto parece.

“Viajando com a Família Derbez” (1ª temporada, Puerto Rico)

Que tal uma série documental? A família Derbez percebeu que estava meio afastada no último ano, tinha se visto poucas vezes… e por conta disso decide fazer uma viagem em grupo para se reaproximarem. Eugenio, o pai, convence a galera de ir para o Marrocos, ocidente da África. Mas sabe como é… ficar um mês viajando com a família pode causar alguns estresses, para além das risadas. Está disponível no Amazon Prime Video!

Bônus: “Herán” (1ª temporada, México)

Esta daqui chegou aos 45” do 2º tempo. Lançada pelo Amazon Prime Video no dia 21 de novembro de 2019, “Hernán” retrata a história de Hernán Cortés, o conquistador espanhol conhecido por ter destruído o Império Asteca de Moctezuma II. Mas, como um homem conseguiu dizimar um império tão forte e imponente como aquele?

Comentários

Topo