Menu Papel POP

Lizzo é eleita Artista do Ano pela revista Time!

MAIS SOBRE:

Lizzo vem lançando músicas desde 2013, mas só em 2019 a artista bombou na boca do povo. Agora, a artista está sendo – finalmente – reconhecida por seu talento e trabalho.

“Truth Hurts” foi uma das músicas do ano e seu álbum “Cuz I Love You”, abalou nossas estruturas. Já nesta quarta-feira (11), a renomada revista Time elegeu Lizzo como Artista do Ano no setor de entretenimento. Ela merece, né?!

Durante a entrevista com a Time, a artista diz:

“Eu faço música positiva há muito tempo. Então a cultura mudou. Havia muitas coisas que não eram populares, mas existiam, como o movimento body positivity, que a princípio era uma forma de protesto por corpos gordos e mulheres negras e agora se tornou uma coisa comercial e moderna. Agora eu já vi isso chegar ao mainstream. De repente eu sou mainstream! Como poderíamos ter adivinhado que algo assim aconteceria quando nunca vimos algo assim antes?”

A revista Time concorda que Lizzo representa algo novo e que suas músicas que misturam pop, R&B e rap são “impossivelmente chicletes. Suas músicas são engraçadas, ousadas e vulneráveis”, diz a publicação.

Continua: “Em 2019, Lizzo era um feixe de luz brilhando através da destruição e da escuridão, nos dizendo para nos amarmos, mesmo que o mundo nem sempre nos ame de volta. Nós precisávamos dela”, sim, precisávamos <3

Sobre sua relação com seu corpo e postar nudes, a artista comenta: “Acho que é saudável ter um relacionamento com seu corpo nu, mesmo que ninguém nunca o veja. Mas sempre senti a necessidade de compartilhá-lo.”

E nem sempre ela esteve em uma relação boa com sua aparência. Nesse ano mesmo ela passou por alguns momentos difíceis:

“De março a … agora! Eu estava sentindo um pouco de infelicidade. Eu não estava feliz com o que sentia sobre meu corpo. Não me sentia sexy e não sabia quando isso terminaria. Havia momentos em que eu subia no palco e pensava ‘Gente, não vou mentir. Não estou me sentindo bem’. Às vezes, eu desmoronava e chorava. Às vezes, o público apenas torcia para me fazer sentir melhor. Eu estava ficando muito doente. Eu era como, o que diabos está acontecendo? Eu preciso me apaixonar novamente pelo meu corpo.”

Dentro deste processo de recuperação de autoestima, Lizzo ainda comenta sobre pessoas que tentam diminuir seu talento: “Quando as pessoas desafiam meu talento, elas questionam se eu mereço estar aqui. Eles desafiam minha negritude. Eu fico como, ‘Ah! Posso facilmente informar a você agora, em 132 caracteres, por que você está errado.”

100% that bitch! Lizzo, o mundo é teu!

Comentários

Topo