Menu Papel POP

Gloria Groove fala ao Papelpop sobre novo EP: “Saldo mais precioso dos meus últimos anos”

Gloria Groove entregou aos fãs na manhã desta terça-feira (12) o EP “Alegoria”, um de seus trabalhos mais conceituais. Fugindo a lógica dos lançamentos feitos às sextas-feiras, Gloria ofereceu um respiro no meio da semana a partir de quatro faixas que fazem dançar na mesma proporção em que refletir.

Por telefone nós batemos um papo com ela sobre seu novo trabalho e a fase frutífera que vive na carreira. Além de ter feito um show incrível no Rock In Rio 2019 ao lado de Linn da Quebrada e Karol Conká, ela já prepara o terreno para uma série de novidades em 2020. O tempo não para!

Vem ler:

Papelpop: O EP “Alegoria” acabou de sair, como você tem sentido a recepção, o que esse momento significa?

Gloria Groove: Uau! Ainda não consegui parar pra comemorar, porque há outros três visuais pra entregar. Tudo tem acontecido ao mesmo tempo e tô aproveitando pra viver tudo, sempre muito apaixonada! Do nada minha vida virou do avesso e foi bom ter um hiato pra conciliar, sabe? (risos).

Neste trabalho você bota todo mundo pra dançar, mas também reflete sobre militância, pink money… Por que falar desses temas?

Nossa… Eu fui construindo essas letras em processo longo, que dura mais de dois anos. Desde “Proceder” não parei de criar. Foi um período muito legal, anos em que fiz featurings com pessoas, lancei singles populares como “YoYo”, “Bumbum de Ouro”, “Coisa Boa”, e claro, compus pra outros artistas, mas sempre trabalhando na minha obra. Quando cheguei nessas quatro faixas, fui entender que elas poderiam ser o fio condutor que amarrava toda a historia. Reparei que todas eram metáforas muito absurdas (olha o conceito), representações abstratas de sentimentos reais. Jogando no Google, descobri que um conjunto de metáforas nada mais é que uma alegoria. Estudei e encantei e me deu um Norte pra seguir.

Os clipes estão conectados entre si e depois de o Felipe [Sassi] ter criado um universo de vídeos que se conectam, logo pensei “O que a Gloria e o Felipe tão aprontando?” (risos). Sei que você tem preparado muitas coisas mais, o que a gente pode esperar?

(Risos) Eu vou contar! Os quatro visuais de “Alegoria” tem auras muito próprias, então os demais clipes não tem a vibe de “Mil Grau”, que traz essa coisa da natureza, que é bem cinematografia… Os outros têm suas próprias identidades e eu queria destacar o ultimo, “A Caminhada”, dirigido por Felipe Sassi. Tá incrível e prevejo uma reação absurda quando ele chegar, a galera vai ficar amarradona. Joga você pra uma realidade, do nada “BOOM”… sai desse clima de fantasia e acontecem coisas loucas.

Gloria, vamos falar um pouquinho também de “Alavancô”, seu dueto com Linn e Karol? Como foi fazer Rock In Rio ao lado delas, a preparação? Foi um dos shows mais icônicos da carreira das três…

Sim, e mudou a minha vida! Foi absurdo, de longe é a minha apresentação que mais amo, sequer sei dimensionar. Quando me dei conta de que tinha uma galera pra ver a gente na Cidade do Rock, com aquele público enorme, fiquei muito emocionada, todo mundo empenhado em cantar, em tirar o pé no chão, sabe? Fiquei muito grata. No segundo antes de entrar no palco, logo eu, capricorniana, senti vontade de chorar (risos). A Karol sempre me recebe bem e me coloca lá em cima. Já a Linn, minha irmã, a gente se dá tão bem… Amo muito nós tres, esse girl group. É muito legal viver essa era junto delas.

E os figurinos também, incríveis!

Sem dúvida! Seguimos as diretrizes de cada um dos nossos estilistas, amei cada um.

E falando em show… Bloco das Gloriosas confirmado no Carnaval de Salvador. Tá feliz com a novidade?

Tá confirmadíssimo! Tô mega feliz, e enxergo como uma responsabilidade grande. É um privilegio enquanto artista paulistana estar ali no circuito Barra-Ondina. Garanto que vou honrar esse compromisso da melhor forma possível.

 

“Alegoria” está disponível em todas as plataformas. Taca stream na lenda!

Comentários

Topo