Menu Papel POP

Lana Del Rey conta como foi trabalhar com Ariana Grande: “Ela é super rápida e elétrica”

Se você ainda não ouviu “Don’t Call Me Angel”, corre pro Youtube ou plataformas se streaming o mais rápido possível pra ouvir o feat. – um tanto quanto inesperado – de Ariana Grande, Miley Cyrus e Lana Del Rey.

Contudo, Lana disse em entrevista ao Grammy Museum, sobre a experiência de fazer essa colaboração, exaltando Ariana:

“Ela é muito boa em não pensar duas vezes. Talvez eu esteja errada e ela questione a si mesma, mas isso fica muito na sua cabeça. Ela fica muito bem cumprindo seu papel. Você pode ver isso na fisicalidade da linha de base. Ela é super rápida e está elétrica o tempo todo”

Lana lançou no dia 30 de agosto seu novo álbum, “Norman Fucking Rockwell”, que foi bastante aclamado pelas críticas. Ele produziu o projeto ao lado de Jack Antonoff. “Ele é tão fácil quanto eu “, disse Del Rey sobre o trabalho com o produtor.

“Eu realmente não me importo se conversamos o dia todo e nada acontece. Eu sinto que, se estamos lá, devemos estar lá. Às vezes nós apenas conversamos  – o dia todo. É fácil assim. Ele nunca entra e fica tipo, ‘Vamos escrever um sucesso!’ Porque eu odeio isso.”

Seu processo criativo também mudou ao longo dos anos, mesmo a maioria de suas músicas nascerem de reflexões.

“Eu costumava escrever sobre o que fazia, no passado. E então eu comecei a escrever sobre o que estava fazendo no momento. E agora eu só escrevo o que vou fazer no futuro. Então é novo para mim. E gosto de deixar o processo revelar coisas para mim. Eu tenho uma visão bastante eclética sobre Los Angeles sobre a escrita. Eu realmente acredito que é mágico”

Comentários

Topo