Menu Papel POP

King Princess reflete sobre decepções amorosas em “Cheap Queen”, seu disco de estreia

MAIS SOBRE:

Ainda faltam alguns meses pro festival Lollapalooza 2020. Até lá você ainda vai ter muito tempo pra aprender as novas letras de King Princess, cantora americana de 20 anos que lançou nesta quinta-feira (24) o disco “Cheap Queen”, seu primeiro trabalho de estúdio.

As canções que compõem o projeto chegam pouco mais de um ano após ela ter sido elogiada por nomes como Fiona Apple (com quem chegou a gravar) e Harry Styles – o que faz da jovem uma das grandes promessas do indie pop internacional.

Embalada por beats poderosos e uma fusão de ritmos única, ela canta, em suas próprias palavras, “sobre decepções amorosas, tempos difíceis, amizades” e tudo aquilo que de alguma forma ou de outra pode acabar dando em… merda!

Pra fazer coro ao estrondo provocado por clipes como “1950”, em que interpreta uma cowgirl apaixonada, que luta pelo amor de outra garota em um cenário típico de Velho Oeste, as novas faixas só mostram que essa era (e, por que não, sua estreia no Brasil) tem tudo pra ser incrível!

Ouça:

Comentários

Topo