Menu Papel POP

H.E.R. agita a galera, toca “Mas Que Nada” e mostra muita elegância no Rock In Rio

H.E.R., ou abrindo o significado de seu nome “Having Everything Revealed” (Tendo tudo revelado, em tradução livre), revelou mais uma vez o porque de ser um dos nomes mais aclamados do R&B atual.

Em um macacão furta-cor sóbrio, tênis plataforma coloridões, óculos de sol e tranças maravilhosas no cabelo, a americana mandou ver neste sábado (5), no Palco Mundo, na edição 2019 do Rock In Rio. Sua elegância foi sentida desde o momento em que entrou com o violão agarrado ao corpo.

Já no início ela movimentou o pessoal com “Carried Away” e fez todo mundo levantar as mãos bem alto! Aí chegou a hora de cantar “2” e a gente ficou cantando: “Doo doo doo doo doo”. A banda foi super ativa e a cantora quis fazer todo mundo brilhar desde a abertura. Maravilhosa!

A gostosinha “Racks” fez casais na plateia ficarem juntinhos. “Oh, meu Deus, Rio! Quanta gente linda aqui. Esta é minha primeira vez aqui no Brasil. Vocês gostam de R&B?”, disse a artista. Toda linda ela perguntou se poderia cantar um pouquinho de R&B e arrasou nos vocais em “Best Part” – e a galera cantou junto.

E os backing-vocals deram um show ao lado de H.E.R., que parecia se encantar com a multidão cantando suas músicas. Só no passinho, cheia de molejo, ela foi percorrendo a passarela enquanto fez as pessoas cantarem. Quem estava em casa também gritou “Te amo”, como ela pediu!

“Eu amo quando vocês cantam comigo, Rio. Vocês soam tão bem!”

“Hard Places” chegou com ela tocando contrabaixo. A elegância, meus amigos! A galera acompanhando nas palmas, foi lindo. Então foi hora de “Make It Rain” fazer todo mundo pedir pra chuva cair, quase como em um coral gospel. Arrepiante!

“Você pode focar em mim?”, cantou a diva do Rhythm and Blues contemporâneo, em “Focus”. Aí ela decidiu homenagear uma de suas inspirações, a grande Lauryn Hill, com um cover de “Ex-Factor”, do aclamado “The Miseducation of Lauryn Hill”, lançado em 1998.

E aí, um pouco de música brasileira! “Brasil, eu te amo. Eu amo música brasileira. Posso tocar um pouquinho de música brasileira?”. Dançarinos invadiram o palco e todo mundo começou a dançar “Mas Que Nada”, composição de Jorge Ben Jor, e que mais tarde ganhou versões bem famosas como a de Sergio Mendes. H.E.R. foi batucar, multi-instrumentista, tá?!

Olha só:

Depois disso, ela decidiu cantar “Slide”, sua parceria com YG (que apareceu no telão). “As I Am” veio e cantora foi novamente até a passarela pra fazer o público fazer muito barulho. “Coloquem seus celulares pra cima”, e um mar de luzes se fez na plateia.

“Eu tenho apenas 22 anos e esta é minha primeira vez aqui. Eu amo vocês e amo muito comida brasileira”, disse a cantora antes de arriscar um português com: E, aí? Tudo bem? Fofíssima! E então, ela fez mais um cover, desta vez de “Earth Song”, de Michael Jackson. Fechando com um solo maravilhoso!

Linda, foi emocionante, vocais incríveis e presença de palco impecável. Te veneramos, H.E.R. <3

Comentários

Topo