Menu Papel POP

Rosalía, Tiago Iorc e Camila Cabello estão entre os indicados ao Latin Grammy 2019

Ay que rico! Com as grandes premiações do segundo semestre de 2019 já acontecendo e os planos para o ano que vem a todo vapor, a Academia de Gravação liberou nesta terça-feira (24), por meio da Variety, a lista com os indicados ao Latin Grammy 2020. A honraria reconhece os maiores nomes da música hispano-americana.

Até o momento, entre os maiores indicados estão o cantor espanhol Alejandro Sanz, que concorre em 8 categorias – 3 das quais em parceria com Camila Cabello, sua companheira no single “Mi Persona Favorita.

Ainda sobre a Espanha, a fada catalã Rosalía aparece como a segunda maior indicada (a campeã no âmbito feminino) entrando na briga por 5 estatuetas, entre elas a de Gravação do Ano por “Aute Cuture” e Melhor Canção de Pop, por “Pienso En Tu Mirá”.

Os brasileiros também tem marcado presença na lista. Além de Anitta, que concorre com “Kisses” na categoria de Melhor Álbum Urbano, Tiago Iorc entra no páreo em busca do troféu de Canção do Ano pela novíssima “Reconstrução”.

Por falar em Brasil, vai ser difícil escolher um vencedor para a categoria Melhor Álbum em Língua Portuguesa. Os selecionados foram As Bahias e a Cozinha Mineira, Anavitória, Ana Cañas, Jair Oliveira e Mahmundi! Lendas!

Neste ano, o grande homenageado da noite é o cantor colombiano Juanes. Na ocasião, ele recebe o prêmio de Pessoa do Ano, conferido a um determinado artista por suas contribuições à indústria, mas também a seus esforços voltados para causas humanitárias. A honraria já foi entregue a nomes como Shakira e .

Composta por mais de 3.500 votantes, a Academia reconhece anualmente a diversidade dos trabalhos de nomes dos mais variados gêneros musicais como o pop, o rock, a sala, o vallenato, a cumbia, o mariachi, o urban e o alternativo.

Vem ver a lista completa:

Gravação do Ano:

“Parecen Viernes” — Marc Anthony
“Verdades Afiladas” — Andrés Calamaro
“Ahí Ahí” — Vicente García
“Kitipun” — Juan Luis Guerra 4.40
“Querer Mejor” — Juanes Featuring Alessia Cara
“La Plata” — Juanes Featuring Lalo Ebratt
“Aute Couture” — Rosalía
“Mi Persona Favorita” — Alejandro Sanz & Camila Cabello
“No Tengo Nada” — Alejandro Sanz
“Cobarde” — Ximena Sariñana

Canção do Ano:

“Calma” — Pedro Capó, Gabriel Edgar González Pérez & George Noriega, songwriters (Pedro Capó)
“Desconstrução” — Tiago Iorc, songwriter (Tiago Iorc)
“El País” — Rubén Blades, songwriter (Rubén Blades)
“Kitipun” — Juan Luis Guerra, songwriter (Juan Luis Guerra 4.40)
“Mi Persona Favorita” — Camila Cabello & Alejandro Sanz, songwriters (Alejandro Sanz & Camila Cabello)
“No Tengo Nada” — Alejandro Sanz, songwriter (Alejandro Sanz)
“Quédate” — Kany García & Tommy Torres, songwriters (Kany García & Tommy Torres)
“Querer Mejor” — Rafael Arcaute, Alessia Cara, Camilo Echeverry, Juanes, Mauricio Montaner, Ricardo Montaner & Tainy, songwriters (Juanes Featuring Alessia Cara)
“Un Año” — Mauricio Rengifo, Andrés Torres & Sebastián Yatra, songwriters (Sebastián Yatra Featuring Reik)
“Ven” — Fonseca, songwriter (Fonseca)

Melhor Canção Pop:

“Bailar” — Leonel García, songwriter (Leonel García)
“Buena Para Nada” — Paula Arenas, Luigi Castillo & Santiago Castillo, songwriters (Paula Arenas)
“Mi Persona Favorita” — Camila Cabello & Alejandro Sanz, songwriters (Alejandro Sanz & Camila Cabello)
“Pienso En Tu Mirá” — Antón Álvarez Alfaro, El Guincho & Rosalía, songwriters (Rosalía)
“Ven” — Fonseca, songwriter (Fonseca)

Melhor Fusão/Performance Urban:

“Tenemos Que Hablar” — Bad Bunny
“Calma (Remix)” — Pedro Capó & Farruko
“Pa’ Olvidarte (Remix)” — ChocQuibtown, Zion & Lennox, Farruko Featuring Manuel Turizo
“Con Calma” — Daddy Yankee Featuring Snow
“Otro Trago” — Sech Featuring Darell

Melhor Álbum de Música Urbana:

Kisses — Anitta
X 100PRE — Bad Bunny
Mi Movimiento — De La Ghetto
19 — Feid
Sueños — Sech

Melhor Canção Urban:

“Baila Baila Baila” — Ozuna & Vicente Saavedra, songwriters (Ozuna)
“Caliente” — J Balvin, René Cano, De La Ghetto & Alejandro Ramirez, songwriters (De La Ghetto Featuring J Balvin)
“Con Altura” — J Balvin, Mariachi Budda, Frank Dukes, El Guincho, Alejandro Ramirez & Rosalía, songwriters (Rosalía & J Balvin Featuring El Guincho)
“Otro Trago” — Kevyn Mauricio Cruz, Kevin Mauricio Jimenez Londoño, Bryan Lezcano Chaverra, Josh Mendez, Sech & Jorge Valdes, songwriters (Sech Featuring Darell)
“Pa’ Olvidarte” — René Cano, ChocQuibtown, Kevyn Cruz Moreno, Juan Diego Medina Vélez, Andrés David Restrepo, Mateo Tejada Giraldo, Andrés Uribe Marín, Juan Vargas & Doumbia Yohann, songwriters (ChocQuibTown)

Melhor Álbum de Música Alternativa:

Latinoamericana — Alex Anwandter
Discutible — Babasónicos
Bach — Bandalos Chinos
Prender Un Fuego — Marilina Bertoldi
Norma — Mon Laferte

Melhor Álbum de Música Traditional Tropical:

Andrés Cepeda Big Band (En Vivo) — Andrés Cepeda
Vereda Tropical — Olga Cerpa y Mestisay
Lo Nuestro — Yelsy Heredia
A Journey Through Cuban Music — Aymée Nuviola
La Llave Del Son — Septeto Acarey

Melhor Cantor/Compositor:

Acústica — Albita
Contra El Viento — Kany García
Amor Presente — Leonel García
Algo Ritmos — Kevin Johansen
Intuición — Gian Marco

Melhor álbum de Ranchero/Mariachi:

Mi Persona Preferida — El Bebeto
Sigue La Dinastía… — Alex Fernández
Más Romántico Que Nunca — Vicente Fernández
Indestructible — Flor De Toloache
Ahora — Christian Nodal

Melhor Álbum Norteño:

Por Más — Bronco
Las Canciones De La Abuela — Buyuchek
Mitad Y Mitad — Calibre 50
Percepción — Intocable
Amo — La Maquinaria Norteña

Melhor Videoclipe de Longo Formaro:

“Anatomía De Un Éxodo” — Mastodonte
“Piazzolla, Los Años Del Tiburón” — Astor Piazzolla
“Hotel De Los Encuentros” — Draco Rosa
“Lo Que Fui Es Lo Que Soy” — Alejandro Sanz
“Déjame Quererte” — Carlos Vives

Melhor Álbum em Língua Portuguesa

“O Tempo é Agora” – Anavitória
“Tarântula” – As Bahias e a Cozinha Mineira
“TODXS” – Ana Cañas
“Para Dias Ruins” – Mahmundi
“Selfie” – Jair Oliveira

Melhor Canção em Língua Portuguesa

“Ansiosos para Viver” — Mestrinho
“Desconstrução” — Tiago Iorc
“Etérea’ — Criolo
“Mil e Uma” — Claudia Brant e Arnaldo Antunes
“Sem Palavras’ — António Zambujo

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira

“O Amor no Caos” —  Zeca Baleiro
“Canta Tito Madi” — Nana Caymmi
“Tudo É Um” —  Zélia Duncan
“Tempo Mínimo” — Delia Fischer
“OK OK OK” — Gilberto Gil
“Besta Fera” — Jards Macalé

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

“O Tempo É Agora” — Anavitoria
“Tarântula” — As Bahias e a Cozinha Mineira
“Todxs” — Ana Cañas
“Para Dias Ruins” — Mahmundi
“Selfie — Jair Oliveira”

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa

“Vulcão” — The Baggios
O Futuro Não Demora — BaianaSystem
O Céu Sobre A Cabeça — Chal
Goela Abaixo — Liniker e Os Caramelos
Matriz — Pitty

Melhor Álbum de Música Cristã (Língua Portuguesa)

Gente — Priscilla Alcântara
Sagrado — Adriana Arydes
Guarda Meu Coração — Delino Marçal
Preto No Branco 3 — Preto No Branco
360º — Eli Soares

Melhor Álbum de Música Sertaneja

Hora Certa — Paula Fernandes
Francis & Felipe — Francis & Felipe
Em Todos Os Cantos — Marilia Mendonça
Live Movel — Luan Santana
Ao Vivo Em São Paulo — Mano Walter

O Latin Grammy 2020 acontece no próximo dia 14 de novembro, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. Não vai perder, hein?

Comentários

Topo