Menu Papel POP

Jonathan Van Ness, de Queer Eye, revela que é portador do vírus HIV

Jonathan Van Ness, um dos apresentadores do “Queer Eye” da Netflix, revelou ser HIV positivo em uma prévia de seu livro de memórias – “Over the Top: A Raw Journey to Self-Love” – concedida ao The New York Times neste sábado (21).

Ele falou ainda um pouco sobre ser sobrevivente de abuso sexual, além de vício em sexo e drogas. Ele contou que tem certa dificuldade em falar sobre estas questões, mas sabe que são assuntos importantes a serem discutidos:

“É difícil para mim ser tão aberto quanto quero quando há certas coisas que não compartilhei publicamente. Estes são assuntos que precisam ser discutidos”

Na publicação, Ness revelou que foi abusado sexualmente por um homem mais velho de sua antiga igreja. Por conta desta violência sofrida, a apresentador sente que vários traumas e complexos surgiram por conta da situação:

“Para muitas pessoas que são sobreviventes de abuso sexual a uma pouca idade há muitos traumas complexos e agravados”.

O trauma acabou se manifestando através de comportamentos considerados “autodestrutivos”, como ele mesmo apontou. Segundo Jonathan, ele disse ter passados horas em chats online, durante toda sua adolescência, onde ele marcava encontros com homens mais velhos.

As coisas durante a escola também não foram fáceis. Jonathan contou ter sofrido bullying por suas características físicas e pessoais fora dos “padrões” estabelecidos pela sociedade. Quando mais novo, alguns  colegas de classe chegaram a espalhar certos rumores sobre ele e outro garoto – algo que à época lhe causou muita dor.

“Eu era muito gordo, muito afeminado, muito alto e considerado pouco atraente”

Na época da faculdade, seu consumo de drogas era pago com o dinheiro que ele conseguia por sexo, por meio de sites. Ele revelou que certa vez desmaiou enquanto fazia luzes no cabelo de uma cliente no salão em que trabalhava por conta das drogas que consumia à época.

Foi por conta deste desmaio que ele foi examinado e identificado com HIV: “Aquele dia foi devastador”. Ness ainda desenvolveu um tipo de compulsão alimentícia. O apresentador contou que foi para a reabilitação duas vezes e em ambas as ocasiões acabou tendo recaídas.

Atualmente, ele está livre de drogas e utiliza seu dinheiro de maneira mais saudável. Seu livro de memórias será lançado no dia 24 de setembro e o artista deve revelar mais histórias sobre sua vida pessoal – afim de encorajar os fãs a falarem de seus problemas e enfrentá-los.

Comentários

Topo