Menu Papel POP

J Balvin, Natti Natasha e mais criticam ausência do reggaeton no Latin Grammy 2019

MAIS SOBRE:

A lista com os indicados ao Latin Grammy 2019 foi liberada na tarde da última terça-feira (24), mas olha… apesar de ter contemplado artistas bem diversos com nomeações como Alejandro Sanz, Rosalía, Mon Laferte e Tiago Iorc, houve também quem fosse esnobado.

Nós chegamos a comentar aqui sobre um textão publicado pelo Maluma em que se dizia “muito desapontado” pela falta de indicações aos seus dois últimos discos, “HP” e “11:11”. Na ocasião, o cantor chegou a elencar seus êxitos, afirmando que tinha rompido muitas barreiras, tinha grande aclamação do público e tinha até “feito a Madonna cantar em espanhol”.

Após a publicação, quem também resolveu comentar o ocorrido foi o porto-riquenho Daddy Yankee. Apesar de estar indicado, ele se disse contrário às escolhas feitas pela Academia e promoveu uma espécie de boicote.

“Apesar de estar indicado, não estou de acordo com a maneira com que trataram o gênero e a vários de meus colegas. Lembre-se de uma coisa muito importante, sua plataforma não foi a que criou este movimento. Isso vai bem mais além de um prêmio. Isto é cultura, credibilidade, pertinência e respeito”.

O que se viu depois, minha gente, foi uma avalanche de críticas à Academia, em sua maioria replicando a imagem divulgada pelo cantor. Na sequência levantaram suas vozes nomes como Natti Natasha, Karol G e J Balvin – que também recebeu indicações em categorias Urban, mas não curtiu a decisão.

Apesar de os fãs terem feito milhares de comentários a respeito em suas redes sociais, Academia não quis se pronunciar a respeito. A gente espera que tudo fique bem, né?

Comentários

Topo