Menu Papel POP

Elba Ramalho e Mariana Aydar mostram o poder do Nordeste em show no Coala Festival

O pôr-do-sol caiu e a tarde deste sábado (07) no Memorial da América Latina foi comandada por uma artista perfeita: Elba Ramalho! Como parte das atrações do Coala Festival, evento realizado com apoio da Natura Musical, a cantora paraibana trouxe pro palco um pouco mais do sabor único do Nordeste, promovendo um show com muitos hits e uma participação especialíssima.

A primeira canção apresentada foi uma de seu mais novo disco de inéditas, que celebra seus 40 anos de carreira. Na sequência, foi engatado um bloco com canções que fazem parte da história do Brasil: “Anunciação”, “Xote das Meninas”, “Eu Só Quero Um Xodó”, “Esperando na Janela”, “Festa do Interior”, “Pagode Russo” e “Banho de Cheiro”… todas elas estavam lá!

Pra mostrar que o clássico e o atual se dão muitíssimo bem e podem promover uma mistura poderosa, Elba trouxe pra cena, assim como prometido, a cantora Mariana Aydar. Juntas, as duas mostraram uma química ímpar e cantaram versões de Dominguinhos, além de “Triste Louca ou Má”, sucesso da banda Francisco El Hombre que ganhou uma versão em xote.

Ao mesmo tempo que não surpreende o fato de Elba Ramalho ser inacreditável no palco, assistir ao seu show ainda é uma experiência muito forte. Ela não para um minuto e está sempre dançando, correndo de um lado ao outro, com uma presença de palco impecável.

Tudo isso, claro, sem deixar de lado os vocais inconfundíveis, donos de uma potência invejável. O palco é a casa dela.

O momento que mais evidencia isso é quando, ao início de uma das canções, Elba fez as vezes de um metrônomo, colocando a banda dentro de seu compasso de três, como uma verdadeira rockstar.

Foi um daqueles shows em que não dá pra ficar parado – uma proposta captada logo no início pela galera que, sem pensar duas vezes, se jogou!

 

Fotos: Allan Tolentino

Comentários

Topo