Menu Papel POP

Natura Musical: Duda Beat levanta público com sofrência pop e celebra orgulho LGBTQ+ no Coala Festival

Ao selecionar o repertório da turnê “Pro Mundo Ouvir”, que tem rodado o Brasil nos últimos seis meses, Duda Beat escolheu a faixa “Parece Pouco” pra abrir a apresentação. Atitude inteligente, porque toda vez que a gente sai de um show dela a sensação que fica é mesmo essa, de que não o suficiente, que queríamos mais!

Duda é uma artista completa, que arrasa nos vocais, sabe conquistar o público e ainda conversa com os nossos sentimentos. Ao lado dos parceiros Gabriel, Lux e Tomás, ela subiu ao palco do Coala Festival, evento realizado com apoio da Natura Musical, na tarde ensolarada deste sábado (7) no Memorial da América Latina.

O show, como sempre, foi animado e trouxe os maiores sucessos do disco “Sinto Muito”, lançado em 2018, além de hits recentes como “Chega”, “Meu Jeito de Amar” (que, aliás, fez todo mundo rebolar loucamente hahahaha).

A expectativa quanto ao visual de Duda tem sempre sido algo crescente – a cantora tem investido pesado nos looks e criado algumas marcas suas, como o uso de laços extravagantes, babados exagerados. Desta vez ela escolheu um mini-vestido preto com mangas bufantes cor-de-rosa. Preciosa demais!

O show, entretanto, teve uma pausa importante pra que a artista pudesse se pronunciar a respeito de um assunto sério. Adereçando uma crítica ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, Duda condenou a decisão tomada na última quinta-feira (5) que previa o recolhimento livros com temática LGBTQ+ na Bienal.

Segundo ela, o ato nada mais foi do que censura.

“Isso é um absurdo. Vamos fazer barulho, entendeu? Isso não existe! É censura!”.

Quando chegou ao fim, tivemos a certeza mais uma vez de que Duda, além de talentosa, é uma artista de verdade, comprometida com seu público e com aquilo que canta. Mal podemos esperar pelo próximo!

 

Fotos: Allan Tolentino

Comentários

Topo