Menu Papel POP

Como a Natura Musical se tornou uma plataforma incrível de apoio a artistas e festivais

Pode até parecer um clichê, mas a cultura brasileira vive hoje, sem sombra de dúvida, uma de suas fases mais coloridas e frutíferas. Somos surpreendidos, o tempo todo, com a quantidade (e a riqueza) de trabalhos de artistas que se doam de corpo e alma a cada etapa de seus processos criativos. Entre outras questões, é dessa entrega que surgem singles, discos e videoclipes incríveis!

Nessa percepção de que a cultura é necessária e está diretamente associada à construção de um mundo mais empático, inclusivo e sustentável, há plataformas como a Natura Musical, que atua na renovação da cena musical brasileira e aposta em artistas que representam o momento de profunda transformação que vive nossa sociedade. 

Com 14 anos de atuação, o programa pretende ter um impacto positivo na cultura, contribuindo para a longevidade da música nacional. Por isso, apoia trabalhos de artistas consagrados, como Elza Soares e Jards Macalé, investe em projetos de conservação de legado – como o documentário “Dominguinhos, Volta e Meia”, que chegou aos cinemas em 2012 -, e de fomento à cenas locais, como o Projeto Concha, que leva shows de artistas mulheres a Porto Alegre. Vale ressaltar que além de apoiar a produção artística, a Natura Musical também atua em outras frentes, como criação conteúdo inédito sobre música e comportamento nas redes sociais. Aliás, segue lá, @naturamusical!

Em São Paulo, a plataforma ainda mantém a Casa Natura Musical, que se tornou uma vitrine permanente para os artistas nacionais. Em 2019, já passaram por lá nomes como Duda Beat, Johnny Hooker, Liniker e os Caramelows, Linn da Quebrada, Alice Caymmi, Letrux, Gaby Amarantos e MC Tha. 

Com tanta informação pra assimilar a gente se pergunta: qual tem sido o legado da Natura Musical? Nós explicamos: alguns dos principais discos lançados na cena atual só puderam existir graças a essa forcinha. Pra refrescar a sua memória e citar alguns bons exemplos, nasceram a partir do edital álbuns como “Xenia”, o debut de Xenia França; “Coração”, de Johnny Hooker; “Tônus”, da Carne Doce; “Veia Nordestina”, de Marina Aydar; “Tudo Tanto”, de Tulipa Ruiz; “Boca”, de Curumin; “Taurina”, de Anelis Assumpção; “Goela Abaixo”, de Liniker e os Caramelows”; “Mansa Fúria”, de Josyara; “Prospera”, de Tássia Reis, e a estreia de Drik Barbosa, que tá pra acontecer!

É bastante gente, viu? Nessa missão de servir como plataforma para artistas, bandas e coletivos lançarem seus novos trabalhos, a Natura Musical busca agregar novos públicos ao patrocinar festivais de música independente (que amamos) em todo o país. O objetivo é mostrar o poder da nossa diversidade e servir, ao pé da letra, como uma plataforma de circulação e produção de artistas independentes, além de ampliarem os horizontes e o repertório musical do público.

Em 2018, a Natura Musical apoia o Festival Bananada, que rola em Goiânia; Música de Rua, em Caxias do Sul, os festivais Timbre e Sonâncias, em Minas Gerais, o Se Rasgum, em Belém do Pará, o Coquetel Molotov, em Recife, o DoSol em Natal, o Radioca, em Salvador, e Coala, sendo este o próximo a acontecer em São Paulo, entre os dias 07 e 08 de setembro!

Você que está na capital não vai perder, né? O line-up conta com atrações incríveis que reúnem tanto nomes clássicos da música brasileira como Ney Matogrosso, Dona Onete e Elba Ramalho, quanto artistas jovens como Duda Beat, Curumin e Josyara. Se liga no line-up completo:

Sábado (07 de setembro)

13h30 – 14h20: Josyara

14h50 – 15h40: Dona Onete

16h15 – 17h05: Duda Beat

17h35 – 18h35: Elba Ramalho convida Mariana Aydar

19h05 – 19h55: Mestre Anderson Miguel + Renata Rosa

20h40 – 22h: BaianaSystem

Domingo (08 de setembro)

13h30 – 14h20: Curumin convida Geovana e Saulo Duarte

14h50 – 15h40: Afrocidade

16h10 – 17h10: Chico César + Maria Gadú

17h40 – 18h30: Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz

19h10 – 20h: Mestre Anderson Miguel + Renata Rosa

20h45 – 22h: Ney Matogrosso

A festa rola no Memorial da América Latina e ainda há ingressos disponíveis (você pode adquiri-los clicando aqui). Vamos nessa?

Comentários

Topo