Menu Papel POP

Cinco filmes que fizeram de Sam Raimi um dos gênios do terror

Sabe quando você vê o trailer de um filme e sente o impacto só de ver o nome de alguém muito incrível nos créditos da equipe? É o que acontece quando lemos “Um filme de Sam Raimi”. O americano fundou em 2002 a produtora Ghost House e é responsável por vários sustos que já tivemos vendo um bom terror.

Em setembro, chega ao Brasil mais uma produção dele: “Predadores Assassinos”, longa estrelado por Kaya Scodelario e que acumula boas críticas lá fora, prometendo nos deixar apavorados! Dirigido por Alexandre Aja (“Amaldiçoado”), o filme chega aos cinemas brasileiros no dia 26 deste mês.

Como forma de aquecimento, decidimos listar alguns dos filmes mais marcantes desse gênio, que começou lá nos anos 1980 com o longa cult de horror “Evil Dead” (“Uma Noite Alucinante”) e que, desde que fundou a Ghost House, tem produzido histórias absurdamente macabras. Vem com a gente!

“Uma Noite Alucinante”

Não tem como não começar com um dos grandes clássicos do terror, “Uma Noite Alucinante”. O primeiro filme foi lançado em 1981 e tem direção de Sam Raimi. A narrativa mostra cinco jovens que vão passar as férias numa cabana e acabam encontrando um livro que liberta um grande demônio. Ao longo do filme, a galera começa a sofrer possessões, se mutilam, cometem homicídio e transformam tudo em uma grande carnificina!

O filme teve baixo orçamento, mas foi tão intenso que se tornou um dos filmes B mais famosos e eternizou o protagonista Ash com a sua mão de serra elétrica. Sam Raimi acabou fazendo uma continuação e rolou até um terceiro filme em que Ash faz uma viagem no tempo rumo à Idade Média. Em 2013, a franquia também ganhou uma nova versão, agora em formato de série. “Ash Vs. Evil Dead”, feita também por Sam Raimi, durou três temporadas e terminou em 2018.

“O Grito”

Depois que todo mundo se apavorou com “O Chamado”, não pudemos sequer respirar pois “O Grito” estava chegando como uma nova adaptação de um terror japonês. Sam Raimi ataca na função de produtor para contar a história de Sarah Michelle Gellar, cuidadora de uma senhora no Japão que descobre que sua casa carrega espíritos envolvidos em um assassinato.

Lembrar dos grunhidos da Kayako deve causar arrepios a muitos até hoje. E o Toshio então???

O filme ganhou duas continuações e ainda terá uma nova versão para 2020, com uma abordagem diferente e mais voltada para ser uma versão ocidental da história japonesa. A produção, como era de se esperar, continuará com Sam Raimi.

“Arraste-me Para o Inferno”

Depois de um bom tempo longe da direção, Sam Raimi volta ao posto com “Arraste-me Para o Inferno”. É possível ver de leve muitos dos elementos de “Evil Dead”, que ele trouxe na bagagem, brincando com a presença de demônios e proporcionando cenas desesperadoras.

Aqui, Alison Lohman interpreta uma bancária que passa por uma situação tensa ao negar financiamento a uma senhora, que acaba ficando sem moradia. A mulher, então, amaldiçoa a protagonista com o pior dos demônios, que tem como missão levá-la para o inferno.

A personagem de Lohman luta contra o destino e é torturada do começo ao fim. Falando em final, este é um ponto da narrativa que vai te deixar sem palavras.

“A Morte do Demônio”

Sam Raimi teve seu clássico revisitado em 2013, com direção do estreante Fed Alvarez. Raimi se manteve como produtor pra mantér a essência dos primeiros filmes e assim surgiu outro “A Morte do Demônio”. O remake segue os moldes da primeira versão, tendo sido rodado na mesma cabana e estrelado por Jane Levy.

Apesar de já ser feito na era do CGI, o filme ainda preza muito pela maquiagem e pelos efeitos especiais físicos. Igualzinho ao primeiro, o visual é extremamente impactante e traz cenas chocantes, com muito (mas muuuuuuito) sangue e momentos perturbadores.

“O Homem nas Trevas”

A parceria firmada entre Sam Raimi, Fed Alvarez e a atriz Jane Levy se repetiu anos depois com “O Homem nas Trevas”. Aqui Raimi novamente assume a produção para contar a história de três jovens que tentam assaltar a casa de um homem cego que guarda muito dinheiro. Porém, na hora de botar o plano em ação, descobrem que o senhor é veterano de guerra ultra-sensível ao som e determinado a matar.

O filme fica desesperador quando o homem corta a energia e todo mundo fica no completo escuro. E isso porque a gente nem mencionou os desdobramentos da história! É um daqueles projetos que você assiste e pensa: “Sem chance de todo mundo sair vivo daí”…

“Predadores Assassinos”

Para finalizar, Sam Raimi é produtor de mais um filme de terror desesperador, dessa vez estrelado por Kaya Scodelario. “Predadores Assassinos” mostra a atriz lutando pela sobrevivência após um enorme furacão atingir sua cidade. Com o desastre natural subindo o nível da água, ela percebe que está sendo perseguida por crocodilos enormes e ainda por cima deve procurar seu pai perdido na catástrofe.

O filme vem carregado de tensão, te deixa com os dedos fincados na poltrona e ainda resgata o maior dos terrores com monstros gigantes que já vimos em “Tubarão”, “Anaconda” e mais clássicos.

“Predadores Assassinos”, só pra lembrar, estreia no dia 26 de setembro e, vendo pelos demais exemplos que demos aqui, deve ser um filmão!

Comentários

Topo