Menu Papel POP

Aquecimento Rock In Rio: os shows mais históricos do festival

MAIS SOBRE:

O Rock in Rio 2019 tá chegando neste final de semana com vários shows incríveis nacionais e internacionais para ver como de Drake, Pink, Panic! At the Disco, Elza Soares e muitos outros. Mas o festival já tem 34 anos e muitos outros nomes épicos já passaram pelo festival. Por isso, decidimos lembrar aqui alguns dos shows mais inesquecíveis.

Entre os nossos favoritos? Estão Queen, Beyoncé, Guns N’ Roses… a lista é interminável e a gente sente até um quentinho no coração, misturado à nostalgia, só de pensar que pudemos vivenciar tudo isso. Agora na edição de 2019 tem muito mais e, mesmo com ingressos esgotados, te explicamos no final da matéria como conseguir sua entrada!

Vem relembrar!

Queen (1985)

Como falar de Rock In Rio e não citar a vinda estrondosa do Queen ao país em 1985. Abrindo a primeira edição do festival, a trupe de Freddie Mercury protagonizou um dos grandes momentos da história do rock and roll. Divulgando o disco “The Works”, lançado em 1984, o grupo começou o show com “Tie Your Mother Down” e percorreu uma carreira marcada por canções canônicas como “Bohemian Rhapsody”, “Seven Years of Rhye” e “Love of My Life”.

Esta última foi cantada em coro por toda a Cidade do Rock em um daqueles momentos pra ninguém esquecer. Era a primeira vez deles na capital carioca (antes o Queen já havia se apresentado em São Paulo) e você deve imaginar como o quinteto estava cheio de gás. Extremamente lendários!

AC/DC (1985)

Ostentando um sino de meia tonelada no palco, os caras do AC/DC eternizaram a canção “Hells Bells” no Palco Mundo do Rock In Rio. A apresentação foi importantíssima não só para o público, sedento pra ver um dos grupos de rock mais fabulosos de todos os tempos, mas também pros próprios artistas.

Quando receberam o convite, eles estavam gravando o disco “Fly On The Wall”, que seria lançado meses depois. Interromperam as gravações, vieram e encerram a apresentação com tiros de canhões, um de cada lado do palco. É espetáculo que você quer? Então assista!

A-ha (1991)

A gente adora o A-ha e o impacto é real quando pensamos que já faz quase 30 anos desde que o grupo foi convidado pra tocar no Rock In Rio. A banda norueguesa fez um show avassalador, que teve coro dos fãs em cada uma das canções. Esse efeito A-ha” reverbera ainda hoje. Em 2015, a apresentação foi eleita como a mais marcantes dos 30 anos de história do festival. Pudera, já que na ocasião eles entraram pro livro dos recordes, o Guinness Book, como o maior público pagante de todos: 198 mil pessoas.

Vem relembrar ouvindo “Take On Me”…

Guns N’ Roses (1991)

Um clássico é um clássico né? O Guns N’ Roses, sem dúvida, foi uma das maiores atrações não só do Rock In Rio 1991, mas de toda a sua história. Elevando a expectativa do público ao máximo, seus dois shows no evento foram um êxtase só. O primeiro, no dia 20 de janeiro, trouxe pela primeira vez Axl Rose e sua trupe executando clássicos como “Pretty Tied Up”, “Dpouble Talking Jive” e “Dead Horse”.

Na segunda noite, eles fecharam o line-up após terem cedido o palco a nomes como Sepultura, Lobão e Megadeth. Quem ainda não tinha visto, quis ter a certeza de que o furação Axl Rose era verdadeiro. Aliás, sabe quantas pessoas foram assisti-los? 100 MIL. É metal, é rock, é história!

Cássia Eller (2001)

Tocando em casa, Cássia Eller promoveu um dos momentos mais bonitos da 3ª edição do Rock In Rio, em 2001. Definindo o show como seu “Woodstock Brasileiro”, a musa conseguiu trazer pro palco (mesmo em um momento de extrema recusa do público em se abrir pra música brasileira) os percursionistas do grupo Nação Zumbi.

Ali mesmo ela encerrou a turnê do disco “Com Você… Meu Mundo Ficaria Mais Completo”, lançado 2 anos antes, e fez dois covers incríveis. O primeiro deles, “Come Together”, dos Beatles. Na sequência, veio um tributo a Kurt Cobain com “Smells Like Teen Spirit”. Que saudade!

Britney Spears (2001)

Foi no Brasil, na Cidade do Rock, que Britney Spears obteve o maior público de toda a sua história: em sua primeira vez no Brasil, ela reuniu 250 mil pessoas que se permitiram ser agitadas por canções como “…Baby One More Time”, “Crazy” e “Oops, I Did It Again”… ufa! Que show enérgico, viu?

Apesar de ter tido problemas com o som (aspecto que gerou uma série de críticas, apontando que a cantora teria feito playback – o que não foi verdade!), a princesinha do pop arrasou em pouco mais de 1h de dança, em um espetáculo absurdamente coreografado. Fez escola pra muita gente!

Sandy e Junior (2001)

Na estrada com seu oitavo álbum de estúdio, “As Quatro Estações”, Sandy & Junior estavam no topo! Não havia um jovem neste país que não soubesse cantar as letras de hits como “Imortal”, “Olha O Que o Amor Me Faz” e “Aprender a Amar”. De olho nesse sucesso, a produção do Rock In Rio convidou a dupla de irmãos pra ser a única atração brasileira da noite pop do Rock in Rio 3.

Sabe quem tocou ao lado deles? Os nomes mais altos do clã pop àquela época: Britney Spears, N’Sync e Five. Elogiados ao máximo, eles surpreenderam 250 mil pessoas – que pularam sem parar, como se não houvesse amanhã!

Katy Perry (2011)

Dois mil e onze foi um ano que marcou a carreira de Katy Perry. Após ter feito um sucesso expressivo com o disco “One Of The Boys”, seu debut, a cantora resolveu investir em um novo álbum. Em “Teenage Dream”, os visuais foram aprimorados, as letras grudaram ainda mais e a cantora, é claro, fortaleceu uma relação com os fãs brasileiros que a confirmariam no line-up do Rock In Rio 2011 – e, cabe lembrar, como uma das atrações mais aguardadas daquela edição.

Katy se jogou, brincou horrores com a galera, cantou seus hits, se emocionou e ainda Dá pra esquecer o Júlio de Sorocaba? Por onde ele anda? Um beijo pro Júlio de Sorocaba!

Beyoncé (2013)

Quando estava com a Mrs. Carter World Tour na estrada, Beyoncé passou pelo Brasil com uma série de apresentações. Uma delas rolou no Rock In Rio, quando a cantora tocou pra cerca de 100 mil pessoas sucessos dos discos “4” e “I Am… Sasha Fierce”. Na ocasião, ela surpreendeu a todos ao dançar funk no palco e ao convidar os fãs pra fazerem gestos que seriam registrados.

Mal sabia a galera que Queen B estava reunindo imagens pra um álbum visual, “Beyoncé”, que seria lançado muito em breve. Nos deixou morrendo de saudade, foi embora e não mais voltou. Deixou a gente com a certeza de que ninguém pode mandar mais no mundo do que ela.

Rihanna (2015)

O Rock in Rio tava completando 30 anos em 2015 e escolheu pra subir ao palco pela segunda vez a embaixadora de Barbados, Rihanna! Ela chegou envolta em joias e um figurino amarelo vibrante, de tirar o fôlego! Este adjetivo também poderia ser usado na hora de definir seu setlist, que contou com quase 30 faixas cantadas em coro pelo público.

Entre os grandes sucessos, “We Found Love”, “Phresh Out The Runway”, “Stay”, “Diamonds” e “Bitch Better Have My Money”, que encerrou o show engolindo a artista em uma camada espessa de espuma. Memorável ao ponto de deixar com gostinho de quero mais.

Quer ir e não conseguiu ingresso? Tem na StubHub!

Todos os dias do Rock in Rio estão esgotados! Se você é fã de um dos artistas e quer ir ao festival, temos aqui a nossa parceira maravilhosa, StubHub, a plataforma de revenda de ingresso oficial do e-Bay. Sim, igual quando você entra no e-Bay para comprar produtos de outros usuários, você pode colar lá na StubHub e comprar ingresso de alguém que não vai mais no show que você quer!

A StubHub tem uma seção especial de Rock in Rio com mais de 100 ingressos à venda para todos os dias e preços variados (tem ingresso custando mais barato que o preço oficial!) E sim, é seguro! A gente indica e recomenda! E explicamos como tudo funciona agora mesmo!

Ao comprar um ingresso, o vendedor é notificado para realizar o envio ao endereço do comprador. Há até opções de envio imediato ou formas de combinar a entrega no local do evento. O vendedor só receberá o dinheiro após o show – para garantir que você não irá perder seu dinheiro – e a Garantia FanProtect da plataforma tem todas as formas possíveis de garantir que você vai receber o ingresso a tempo, que ele será válido e que o comprador não irá sofrer nenhum imprevisto.

Ou seja, tem a grana e perdeu as vendas oficiais? Corre para lá porque ainda dá tempo de curtir um monte de show incrível!

Comentários

Topo