Menu Papel POP

Produtores de “Pose” comentam impacto da série no debate sobre questões de gênero

MAIS SOBRE:

Rolou na noite desta terça-feira (7) em Los Angeles a festa de encerramento da segunda temporada de “Pose“, um dos maiores sucessos da FX. Na ocasião, estiveram presentes além do co-criador e diretor da série, Steven Canals, os produtores Janet Mock, Our Lady J e os atores MJ Rodriguez e Billy Porter (este último presente via video-conferência).

Entre outros assuntos, de acordo com o Deadline, eles fizeram uma análise sobre o impacto e a influência da série desde seu lançamento, em meados de 2018. Questionada sobre seus maiores desafios nesta temporada, Mock disse que como autora, talvez sua maior dificuldade tenha estado na criação dos visuais usados nos bailes. Ela citou especificamente as peças usadas por Elektra Abundance, personagem de Dominique Jackson.

Além disso, a autora disse ainda que a série foi bem além da expectativa geral, que muitas vezes se centrou na espera por um espetáculo de cultura mainstream.

“Pose abriu as rodas de conversa sobre questões de gênero e representatividade. Esta é uma evolução”.

Canals, por sua vez, disse que o tradicional salão de festas da produção sempre foi visto como um ambiente histórico.

“Enquanto comunidade, aquele espaço esteve à frente da moda, da música, da cultura pop por anos!”.

Já Porter, qué é um veterano da Broadway e foi o primeiro negro declaradamente gay indicado ao Emmy na categoria de Melhor Ator em Série Dramática, observou que sua carreira sofreu uma pequena mudança na medida em que sua mensagem de inclusão pôde alcançar mais pessoas com o amplo alcance da TV.

“Isso abriu um momento da minha vida e estou me divertindo muito”.

Ambientada na Nova York dos anos 1980, a série mostra o submundo da cultura LGBTQ+ da época tendo no centro dos holofotes os enfrentamentos entre gays e pessoas trans em competições de moda improvisadas. Neste novo ano, os episódios mostrarão uma mudança nos objetivos da Casa Evangelista, forçada a reavaliar seus objetivos, bem como a ferocidade da epidemia de AIDS que se abateu sobre o país.

Assista ao trailer:

Comentários

Topo