Menu Papel POP

Exclusivo: artista independente Marina Melo faz crítica ao uso do celular no clipe de “loukkk”

MAIS SOBRE:

Há alguns meses nós comentamos aqui no Papelpop sobre o lançamento de “Eita, Baby”, single da cantora paulistana Marina Melo que narra uma situação bastante peculiar: sabe aquele momento em que você, sem querer, acaba dizendo pro boy que o ama, dando-se conta de que tá muito cedo pra esse tipo de declaração?

Eis que nesta sexta-feira (23) chegou às plataformas digitais o disco “Estamos Aqui”, o segundo da carreira e que traça em 10 faixas inéditas uma reflexão profunda sobre temas como afeto, ódio, humor e estranhamento. Nas palavras da artista, o projeto, produzido por Chico Neves, é uma proposta de reconhecimento mútuo a fim de que objetivos como risadas despretensiosas, paz e, por que não, a doce vontade de dançar sejam alcançados.

Inspirada por esse universo complexo que dialoga também com as nossas próprias visões do “eu”, Marina aproveitou pra lançar simultaneamente ao material o clipe de uma de suas faixas mais legais, “Loukkk” – que faz uma crítica ao apego das pessoas pelo celular em tempos modernos.

Nas imagens a artista se apoia em uma estética minimalista pra narrar essa dependência que, dia trás dia, parece ser ainda mais insaciável. Assista:

Gravado na Região Metropolitana de Belo Horizonte no início deste ano, o disco traz uma pegada levemente experimental e explora sons que só agregam ao talento de Marina. Vem ouvir e se joga, afinal de contas, já é sexta-feira!

Comentários

Topo