Menu Papel POP

Tarantino quis mostrar que Sharon Tate era “mais que uma vítima” em “Era Uma Vez Em Hollywood”

Tarantino está divulgando seu nono filme “Era uma Vez em… Hollywood“, que chega aos cinemas brasileiros no dia 15 de agosto.

O longa mostra o casal Sharon Tate e Roman Polanski e o culto de Charles Manson, que assassinou a atriz enquanto grávida aos 26 anos. Na época que foi morta, Sharon Tate era uma estrela em ascensão em Hollywood, e apareceu em filmes como “Valley Of The Dolls” (1967) – pelo qual ela recebeu uma indicação ao Globo de Ouro – e “The Fearless Vampire Killers”, dirigido pelo próprio Polanski.

Já em “Era Uma Vez Em… Hollywood”, o roteirista e diretor Quentin Tarantino quis mostrar que Sharon (vivida por Margot Robbie) era muito mais que só uma vítima [via EW]:

“Eu fiz muita pesquisa sobre Sharon e fiquei muito apaixonada por ela. Ela parecia ser uma pessoa incrivelmente doce. Quando você fala sobre todos os diferentes amigos que ela teve, até mesmo conhecidos que ela teve, todos eles contam a mesma história sobre ela, sobre essa beleza não afetada, apenas esse reservatório de bondade e bondade. Agora, isso parece bom demais para ser verdade, mas por alguma razão, como eu estou lendo tudo isso, estou realmente comprando [essa teoria].

 

Cada relato sobre ela que encontrei faz jus à essa versão dela. Infelizmente, ela foi definida pelo seu assassinato. Eu pensei que o melhor jeito de mostrá-la [no filme] era não fazer um monte de cena dela com Roman ou com outras pessoas, mas sim ela saindo sozinha, dirigindo por Los Angeles, fazendo suas tarefas, e apenas vendo onde o dia a leva. Eu queria mostrar às pessoas um vislumbre de Sharon antes do assassinato, então pra que pensem que ela é mais do que apenas uma vítima. ”

Quentin também comentou como Margot Robbie foi sua única escolha para viver Sharon nas telonas:

“Uma das coisas mais felizes que aconteceram comigo ao decorrer da produção do filme foi fazê-lo agora e ter Margot no elenco. Quero dizer, ela foi uma opção tão perfeita que eu não tive uma segunda escolha.

 

“Logo antes de terminar o roteiro, do nada, recebi uma carta, e era de Margot. Ela disse que é uma grande fã dos meus filmes e que adoraria uma oportunidade de estar em um deles. Tomei isso como um bom sinal.”

O filme conta a história do astro Rick Dalton (Leonardo Dicaprio) perdendo sua fama e como ele e seu dublê, Cliff Booth (Brad Pitt) vão lidar com as mudanças em Hollywood. O elenco do filme também inclui Al Pacino, Kurt Russell, Margaret Qualley, Timothy Olyphant e Dakota Fanning.

Comentários

Topo