Menu Papel POP

Produtor vaza demos inéditas de “Like a Prayer”, álbum clássico da Madonna

Lançado há exatos 30 anos, “Like a Prayer”, quarto álbum de estúdio da Madonna, foi descrito pela Rolling Stone à época de sua estreia como “o mais próximo que o pop já chegou da arte”. O trabalho, que aborda entre outros temas sua relação com o pai, a ausência da mãe já falecida, sua conexão com a religião e o fim de seu casamento com o ator Sean Penn, surgiu em um momento decisivo de sua carreira.

Buscando uma transição que a levasse a um status de maturidade artística, a rainha decidiu trabalhar mais uma vez com o produtor Patrick Leonard, responsável por algumas das maiores pérolas de seu catálogo como “Papa Don’t Preach” e, anos depois, “The Power of Good-Bye” e “To Have and Not To Hold”.

Embora o disco siga sendo um de seus trabalhos mais comentados (e controversos), ainda há capítulos desta história que seguem guardados a 7 chaves – ou pelo menos seguiam. No início desta semana, Leonard resolveu criar uma conta no YouTube e liberar conteúdos exclusivos das sessões de gravação. A motivação para o vazamento, segundo a NME, seria uma tentativa de burlar um leilão que deve acontecer nos próximos dias e pretende vender itens raros da cantora.

Pra começar, o produtor entregou ao público demos da faixa título e “Cherish”, canção que chegou a ser single. O material é bem cru e dá pra ouvir a voz da rainha sem edição. Olha que maravilha!

A maior surpresa, entretanto, ficou por conta da presença de uma canção inédita. Intitulada “Angels With Dirty Faces”, a música chegou a ser masterizada, mas foi descartada por Madonna no processo final. Ouça!

“Like a Prayer” está disponível em todos os tocadores. Em março deste ano, o disco ganhou uma edição comemorativa exclusiva para as plataformas digitais com versões inéditas de remixes e uma B-Side, “Supernatural”. Extremamente lendário!

Comentários

Topo