Menu Papel POP

Justin Bieber rebate acusações de Taylor Swift e declara apoio a Scooter Braun

Nós mostramos aqui na tarde deste domingo (30) que Taylor Swift publicou uma carta em que expressava seu descontentamento com a venda da gravadora Big Machine Label Group, que agora passa às mãos de Scooter Braun.

Em tom de desabafo, a artista usou seu perfil no Tumblr para se posicionar contra o empresário, que no passado geriu sua carreira e que passa neste momento a ser detentor de todas as suas gravações originais, incluindo as de seu álbum mais recente, “reputation”.

Além de fazer duras críticas às suas posturas enquanto profissional, já que segundo ela Braun foi responsável por incitar atos de bullying virtual contra ela, Taylor também atribuiu ao ex-colega de trabalho um incentivo de atitudes desrespeitosas por parte de Kanye West, sua esposa, a socialite Kim Kardashian e Justin Bieber. Pra exemplificar, foi usado um print de uma postagem feita pelo cantor em que ele aparece brincado, ao lado do rapper, fomentando o status de mal-estar.

Eis que agora, com toda a repercussão do material publicado pela cantora, Bieber resolveu se pronunciar. Em uma postagem feita em sua conta no Instagram, ele se desculpou pelo print e rebateu suas acusações, declarando apoio a Scooter, que segue sendo seu empresário. Leia na íntegra:

“Ei, Taylor. Primeiro de tudo, gostaria de pedir desculpas por fazer aquela postagem maldosa no Instagram. Na hora pensei que era engraçado, mas olhando para trás foi desagradável e insensível. Eu tenho que ser honesto. Ele (Scooter) não tinha nada a ver com isso e não era mesmo uma parte da conversa. Ele mesmo me disse que não era para brincar com coisas assim. Scooter lhe protegeu desde o dia em que você, grandiosamente, me deixou abrir seus shows! Com o passar dos anos, nós não nos cruzamos e não conseguimos comunicar nossas diferenças, mágoas e frustrações. Então, você trazer isso à tona nas redes sociais e fazer com que as pessoas o odeiem, não é justo. O que você estava tentando fazer postando este texto? Parece que isso tudo foi para obter simpatia e uma maneira de fazer com que os seus fãs ataquem Scooter. De qualquer forma, uma coisa que eu sei é que Scooter e eu te amamos. Eu sinto que a única maneira de resolver este conflito é através da comunicação. Então, não acredito que brincadeiras de toma lá-dá cá online resolvam nada. Tenho certeza de que Scooter e eu gostaríamos de conversar com você e resolver qualquer conflito, dor ou quaisquer sentimentos que precisem ser abordados. Nem Scooter, nem eu temos algo negativo a dizer sobre você, nós realmente queremos o melhor para você. Eu normalmente não rebato coisas como essas, mas quando você tenta manchar o caráter de alguém que eu amo, você está cruzando um limite”.

Logo alguns famosos começaram a tomar partido. Uma das primeiras a se posicionar de forma favorável a Braun foi a esposa de Bieber, que deixou um comentário na publicação pelo marido chamando-o de “Cavalheiro”. Em resposta, Miley Cyrus, Britney Spears, Nicki Minaj, Rihanna, Katy Perry e Billie Eilish deixaram de seguir Braun em seu perfil profissional na rede.

Iggy Azalea e o diretor Joseph Kahn foram mais incisivos e fizeram alguns comentários a respeito, dizendo-se favoráveis por sua vez à artista a partir de postagens feitas no Twitter.

“E é por isso que estou feliz por ser a detentora de minhas próprias gravações deste novo álbum. Eles realmente fazem as pessoas ficarem loucas com a propriedade de sua propriedade intelectual nos negócios”.

“Me sinto péssimo pela Taylor. Este é o negócio de discos mais implacável e sombrio. Ela é genuinamente uma das pessoas mais legais de todas e não merece isso. Ela deveria ser dona do próprio trabalho. Essas pessoas não tem alma”.

Por enquanto, as coisas seguem seu fluxo. Aguardemos os próximos capítulos.

Comentários

Topo