Menu Papel POP

Olly Alexander faz crítica a ação de marcas no mês do Orgulho LGBTQ+

Comemora-se anualmente em julho o mês do Orgulho LGBTQ+. Durante a data, que celebra os acontecimentos que culminaram na revolta de Stonewall – um marco na história do movimento LGBTQ+ – rolam vários eventos como paradas e manifestações, mas acima de tudo, acirram-se as discussões a respeito da causa.

Algo que sempre está em pauta é a ação da publicidade, que desenvolve diversas campanhas com o intuito de atingir o público LGBTQ+. Há quem apoie, há quem critique e o debate é grande. Quem se sentiu incomodado com a ação de algumas marcas foi Olly Alexander, vocalista do Years & Years.

Neste domingo (23), o cantor publicou em sua conta no Instagram o print de um e-mail recebido por sua empresária. A remetente, que teve sua identidade preservada, era uma empresa que havia o convidado para fazer um post sobre uma “incrível coleção do Orgulho”. Como resposta, Olly fez uma crítica questionando o real objetivo das campanhas lançadas nesta época, visto que nem sempre seus objetivos são respeitados à risca ou em outras partes do ano.

Se liga só no que ele disse:

“Minha empresária tem recebido pedidos como esse todos os dias. Eu acho que esse e-mail foi enviado para várias pessoas, sem detalhes sobre essa “incrível coleção do Orgulho” ou qual marca cheia de dinheiro é essa. Eu só…A abordagem mínima me faz rir. Não importa o ramo da sua empresa, as “coleções do Orgulho” desse ano de 2019 de enxaguantes bucais, camisetas (meias, sapatos, moletons, óculos, bonés), bancos, sanduíches foram todas péssimas. Representatividade importa, é claro, e orgulho lgbtq+ de empresas/ capitalismo de arco-íris horrível, mas pelo menos pessoas queer estão sendo pagas. E, eu sei que existem pessoas bem intencionadas por traz dessas campanhas. Mas…não. Refazer seu logo em um arco-íris, ou doar “parte dos lucros” não é suficiente!!! (Possivelmente não é nem o que vai acontecer com essa marca?!); Eu gostaria que as marcas entendessem o quão vergonhoso é essa merda”.

View this post on Instagram

my manager has been getting requests like this every day, I’m guessing it was emailed out to a bunch of people, no details on what this amazing pride collection is or what this big famous brand with lots of money plan to do with any ‘proceeds’. I just…. the bare minimum approach here makes me laugh. No matter where you stand on corporate brand-pride tie ins it’s hard not to feel this years 2019 pride collection of mouthwash, t-shirts (socks shoes jumpers glasses hats ) banks and sandwiches has felt especially icky. representation matters, of course, and corporate pride / rainbow capitalism might be hideous but at least queer people are getting paid…and….I know there are well intentioned people behind many of these campaigns but….just no. Re-doing your logo in a rainbow and ‘dOnAtInG a PoRTiOn Of pRoCeEds’ is not enough!!!!(possibly not even happening with this brand!??)) I wish brands would realize how embarrassing this kind of shit is 🤦🏼‍♀️

A post shared by olly (@ollyyears) on

Comentários

Topo