Menu Papel POP

Courtney Love sobre ter uma banda em 2019: “Não sei se faria isso”

Quem é fã de rock dos anos 1990 certamente já desejou em algum momento da vida um comeback do Hole. Liderado por Courtney Love, a banda foi desfeita em 2012 após o lançamento de 4 álbuns de estúdio – entre eles o elogiado “Live Through This”, seu trabalho mais elogiado e que completou no último mês de maio 25 anos.

Mesmo sem planos explícitos para uma reunião (embora haja negociações), a vocalista foi convidada para um bate-papo com a Interview Magazine – ocasião em que foi questionada sobre o modo como enxerga seu passado em termos criativos.

Segundo ela, se lhe fosse oferecida uma chance para começar de novo e surgisse o convite para formar uma banda… seria melhor pensar duas vezes.

“Se você tem 25 anos de idade, está começando uma banda… o quão diferente você acha que suas composições e referências serão? Eu me questiono muito sobre como uma Courtney Love do século 21 seria e sobre o que ela cantaria. Eu nem sei se poderia fazer isso agora. Eu não sinto que as recompensas são o bastante ao entrar uma banda de rock”.

Love também relembrou uma conversa que teve com o ex-marido. Na ocasião, ela fez a mesma pergunta a ele, situando-o por sua vez na década de 1960.

“Eu estava no carro e perguntei a ele ‘Se fosse 1968, o que você faria pra fazer?’. Ele disse algo do tipo ‘Eu poderia fazer parte de uma banda de punk’ – algo que fazia sentido. Eu acho que teria aberto um bar, não sei. Em 1969, talvez a ideia de Kurt não fizesse sentido para uma mulher, já que mulheres não tocavam guitarra ou realmente cantavam aquele tipo de música. Agora, a não ser que você faça as coisas que a Ariana Grande faz, seria muito difícil”.

O último álbum do Hole, “Nobody’s Daughter”, foi lançado em 2009. Ouça:

Comentários

Topo