Menu Papel POP

Capa da Vogue Austrália, Billie Eilish diz que não quer ser a nova “garota do pop”

Billie Eilish saiu de uma mera estrela indie pop para o estrelato, conquistando milhões de fãs mundo à fora. Contudo, a cantora não quer ser vista como a nova representante do pop. Em entrevista à Vogue Australia, ela comentou sobre a fama e destaque na mídia.

A adolescente ainda está tendo de lidar com tudo isto e está se descobrindo. Ela disse:

“É irritante. Por mais grata que eu seja pela apreciação e pelo amor, honestamente, eu me tornei insensível a isso. Me lembro das primeiras vezes em que as pessoas me chamavam de ‘garota do pop’, ou qualquer coisa assim … Isso meio que me irritava. O mais estranho sobre os humanos é que nós achamos que temos que rotular tudo, mas nós temos”

Com tanta visibilidade, é muito importante que artistas usem sua voz para espalhar coisas boas e importantes. Billie tem consciência disso:

 “Eu realmente não quero desperdiçar minha plataforma. Eu realmente acho que todos nós que estamos nos holofotes podemos ser mais vocal sobre a mudança climática e coisas que precisam ser discutidas. Eu ainda acho que posso fazer mais.”

 

Há tantas coisas sendo determinadas por pessoas que vão morrer em breve de qualquer maneira, porque elas são velhas pra cara**o. Isso me deixa com muita raiva. Há tantas coisas que eu gostaria de poder estalar os dedos e melhorar. Há muita coisa que precisa de ajuda e há pessoas que fingem que se importam, que poderiam fazer algo, mas não fazem. Estou aqui e posso realmente tentar. De repente, tenho uma plataforma e um holofote que talvez possa, talvez, talvez fazer alguma diferença em alguma coisa”, completa.

Fotografia: Jesse Lizotte

A artista também comentou sobre seu estilo único de roupas e como gosta de se vetir:

“Ah meu deus, cara. Essa é a primeira coisa que importa em todos os dias da minha vida. Onde quer que eu vá, tudo que faço. Tudo. É a primeira coisa que penso sobre. É toda minha identidade. Toda a minha personalidade é baseada nas minhas roupas e no que estou vestindo naquele dia. Eu terei uma personalidade diferente para uma roupa diferente, às vezes. Se eu estou vestindo algo que eu não me sinto confortável, vou me transformar em uma totalmente diferente persona que eu odeio.”

Ao longo dos anos, Billie também amadureceu. Ela está mais confiante no palco – mais ousada. “Há tantas coisas com as quais eu costumava lidar que não tenho mais, e há tantas coisas que eu nunca tive que lidar que agora eu tenho. É um equilíbrio estranho entre os dois. Eu sou muito mais protetora de tudo. ”

O primeiro álbum de estúdio de Billie foi o “When We All Fall Asleep, Where Do We Go?”

Comentários

Topo