Menu Papel POP

Às portas do Dia Internacional Contra a Homofobia, Telecine prepara lista com filmes para se orgulhar

A próxima sexta-feira (17) é uma das datas mais importantes do calendário. Nela comemora-se o Dia Internacional Contra a Homofobia, uma belíssima oportunidade pra exaltar todo o nosso orgulho e demonstrar uma força necessária para seguir lutando por um mundo mais justo e igualitário.

Foi justamente pensando nisso que o Telecine resolveu preparar uma lista com quatro filmes essenciais para se assistir na ocasião – e claro, nos incentivar a seguir nutrindo esse amor pela vida. Entre produções gringas e brasileiras, estão verdadeiros clássicos contemporâneos. A gente separou uma breve sinopse de cada um, então vem:

Com Amor, Simon

Com direção de Greg Berlanti e Nomes como ick Robinson, Keiynan Lonsdale, Katherine Langford e Jennifer Garner no elenco, a narrativa se centra em Simon Spier, um estudante de 17 anos que experimenta as descobertas típicas da adolescência – inclusive as da sua própria sexualidade.

Na mesma intensidade com que se descobre, ele sente medo dos julgamentos e da não aceitação dos amigos e da família. Ao descobrir um aluno de sua escola na mesma situação, eles iniciam uma conversa por mensagens, até que são descobertos por um outro colega que passa a chantageá-los.

As Vantagens de Ser Invisível

Este está na lista de favoritos! Contando a história de Charlie, um garoto de apenas 15 anos que se sente excluído em seu novo colégio, “As Vantagens de Ser Invisível” mergulha em temas delicados, sempre atrelados às dores da adolescência. Estão presentes nesta história as problemáticas do primeiro amor, a perda de um melhor amigo e a construção de grandes amizades como a que surge entre o protagonista e os irmãos Sam e Patrick, responsáveis por apresentar a ele um novo mundo.

Nos papéis principais, Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller.

Esteros 1998

Em “Esteros 1998”, os jovens Matias e Jerónimo tem uma vida normal no interior da Argentina. Eles crescem juntos e quando jovens, descobrem juntos sua primeira paixão. Separados pelo destino, eles se encontram anos mais tarde, desta vez munidos de um amor que se mostra ainda mais poderoso com o passar do tempo. A direção é do cineasta Papu Curotto e para o elenco foram convocados Ignacio Rogers, Esteban Masturini e Joaquín Parada.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Toma aqui uma produção brasileira! É impossível falar de pautas LGBTQ+ no cinema e não citar “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”. O longa, que tem direção de Daniel Ribeiro, conta a história de dois jovens, Leonardo e Gabriel. O primeiro deles tem sua vida transformada quando o novo aluno entra no colégio.

A partir dessa matrícula, o adolescente precisa lidar tanto com o ciúme da melhor amiga, quanto com os sentimentos inesperados que o recém-chegado desperta nele. Não há o que contestar: sem dúvida um dos mais lindos filmes da temática.

Conta aí pra gente: qual o seu favorito?

Comentários

Topo