Menu Papel POP

Alabama se recusa a exibir casamento gay no desenho “Arthur”

MAIS SOBRE:

No último dia 13 de maio, o desenho animado “Arthur” iniciou sua 22ª temporada com um grande evento: o casamento do professor Mr. Ratburn com seu parceiro. A exibição do primeiro casamento gay no desenho, que recebeu o nome de “Mr. Ratburn and the Special Someone” (“Mr. Ratburn e o Alguém Especial”, em tradução literal) foi banida no estado do Alabama pelo Alabama Public Television (APT), rede estadual de estações de televisão.

A decisão foi tomada em abril, quando o canal local da PBS foi notificado sobre o conteúdo do episódio, disse Mike McKenzie, diretor de programação da APT para o AL.com. McKenzie afirma que não existem planos para exibir o episódio no futuro.

“Os pais têm confiado no Alabama Public Television por mais de 50 anos para providenciar programas infantis que entretenham, eduquem e inspirem. Mais importante, por mais que nós encorajemos fortemente que os pais assistam televisão com seus filhos e conversem sobre o que eles aprenderam depois, os pais confiam que seus filhos podem assistir APT sem sua supervisão. Nós também sabemos que crianças que são mais jovens do que o público alvo de ‘Arthur’ também assistem ao programa”, disse o diretor.

No episódio em questão, Arthur e seus amigos se questionam sobre a pessoa com quem o professor vai se casar. Somente na cerimônia as crianças descobrem que ele vai se casar com outro homem, eles então ficam felizes pelo casal. Confira um trecho:

O Alabama é conhecido como um Estado conservador, tendo aprovado recentemente uma lei anti-aborto que vem causando muitas discussões entre as artistas gringas. Até mesmo Lady Gaga deu seu parecer sobre a situação no estado americano.

É uma pena que cenas tão importantes como a exibida em “Arthur” ainda cause tanto estranhamento no público. Mas ficamos felizes pelas produtoras de TV estarem produzindo filmes, séries e desenhos animados que retratem tão bem a realidade de maneira sincera e pura.

Comentários

Topo