Menu Papel POP

St. Vincent mostrou que é a maior guitarrista que você respeita no Lolla

St. Vincent mostrou todo seu talento como cantora e guitarrista no palco Adidas no primeiro dia de shows do Lollapalooza 2019.

Assim como no show do Lolla Party, que aconteceu ontem no Cine Joia em São Paulo, Annie Clark entrou sozinha no palco, acompanhada apenas de suas maravilhosas e potentes guitarras.

Com um look todo preto, semelhante ao que ela usou na apresentação com Dua Lipa no Grammy desse ano, Vincent abriu o show com “Sugarboy”, faixa do seu último álbum, “Masseduction”, o qual foi, inclusive, o foco da setlist da apresentação.

Em seguida veio “Los Ageless”, o maior hit do disco. Todo mundo cantou junto, gritou e bateu palma. Se apresentação acabasse ali já teria sido inesquecível!

Depois veio “Pills”, música que ficou ainda mais animada que a versão de estúdio, com Annie toda fofa e divertida girando que nem um robozinho no refrão. Aqui foi um dos momentos em que St. Vincent mostrou todo seu talento como guitarrista arrasando nos solos.

Em “Savior”, o telão exibia imagens de Annie com sentada com uma maquiagem super caricata que lembrava um palhaço. Inclusive, as projeções foram literalmente um espetáculo a parte, deixando a apresentação ainda mais incrível.

De um jeito super fofo, Vincent parou, cumprimentou a plateia e foi pra faixa título do último álbum, “Masseduction”. Mais uma vez, todo mundo cantou junto, acompanhando a voz super afinada de Annie, que encerrou com (mais um) solo de guitarra perfeito.

“Cheeleader” foi um das poucas faixas de outros álbuns da cantora que foi apresentada, assim como “Digital Witness”, “Rattlesnake” e “Birth in Reverse”.

Em “Fast Slow Disco”  o palco ficou todo rosa, com todo mundo batendo palma no ritmo da música durante quase a faixa inteira! Foi lindo! No final, a cantora ainda fez bis de uma parte do refrão, com a plateia inteira cantando o verso “Don’t it beat a slow dance to death?”. Foi lindo!

Depois veio “Fear the Future”, acompanhada de “New York”, com a qual a cantora encerrou a apresentação. Annie largou a guitarra e até brincou com a letra, cantando “São Paulo isn’t São Paulo without you, love”.

St. Vincent fez um show impecável, pra fã nenhum botar defeito. Voz incrível, solos de guitarra de arrepiar. O público foi na onda e vibrou junto em todos momentos. Nem precisamos dizer que já queremos mais. Que mulher, que show!

Comentários

Topo