Menu Papel POP

Pela 2ª vez no Brasil, Twenty One Pilots faz show pirotécnico e agita multidão no Lolla!

O duo tão querido da galera aqueceu o palco do Ônix do Lollapalooza neste domingo (07) no Autódromo de Interlagos.

Josh Dun e Tyler Joseph, que estouraram mundialmente com o quarto disco “Blurryface”, de 2015, estão em turnê para divulgar seu último álbum, “Trench”, lançado em 2018.

Com todo mundo com as lanternas dos celulares ligadas, Twenty One Pilots entrou no palco com tochas de fogo na mão e encapuzados, com um carro literalmente pegando fogo no meio do palco também. QUE MARAVILHOSO!

A primeira música foi “Jumpsuit”, e olha, não dava pra ouvir o Tyler com tanta gente cantando junto! Fazendo coro mesmo. Gente, que arrepio! Foi muito incrível. Pequenas luzes amarelas foram acesas pelos fãs e todo mundo pulou.

“Levitate” foi a próxima do setlist e tava todo mundo gritando muito! “We love you” era berrado em uníssono.

Aos gritos do pessoal, Tyler começa a tocar “Heathens”, da trilha sonora de “Esquadrão Suicida”, no piano. Ele nem precisou usar muito os vocais porque todo mundo canta junto impecavelmente o começo da música.

Finalmente, Tyler TIROU O CAPUZ e todo mundo berrou, lógico. Quem mais queria aquele capuzinho preto, hein?

Dai começou uma voz com sotaque americano falando: “Oi Lollapaloooza Brasil”. Ainda não sabemos de quem era aquela voz – podia muito bem ser o Tyler, apesar de não parecer – daí apresentaram Josh Dun e Tyler entrou no palco com um óculos escuro de aro branco e um quimono florido.

Tyler agradeceu o público, notando que em 2016, em seu primeiro Lolla BR, eles se apresentaram à tarde, já agora na edição de 2019 eram uma das apresentações principais. “Vocês da América Latina são os melhores”, declarou.

Com o ukelele, o vocalista começou a tocar a maravilhosa “We Don’t Believe What’s On TV”. Todos foram à loucura.  Josh pegou um trompete  e começou a tocar e nosso coração parou. Foi icônico!

“Lane Boy” marcou o repertório com Josh Dun na bateria totalmente sem camiseta. Já Tyler, cantou com o quimono florido cobrindo seu rosto. Fumaças começaram a sair do palco e Tyler e brincou um pouco mais com seu ukelele.

QUE SHOW!

Com outra troca de roupa de roupa, eles desta vez estavam vestindo com uma jaqueta amarela para cantar “Nico And The Niners”. Daí veio mais pirotecnia, com muito fogo no palco e luzes amarelas.

Tyler desceu no meio do povo no meio da música e perdemos o fôlego. Dai ele colocou um gorro vermelho e se jogou no meio da galera!! Amamos um homem do povo <3

Ele começou a cantar “Holding on to You” em cima dos fãs. Lágrimas começaram a sair de nossos olhos, porque nossa, que show lindo! Sem palavras.

Tyler voltou ao palco e cantou ao lado de Josh, que deu uma cambalhota pra trás no ar! Tyler também pulou o piano como quem não quer nada haha. Muito imprevisível e muita informação pra processar!

“Ride” começou e Josh disse em bom português: “Boa noite Brasil. É muito bom estar de volta”, e geral já estava emocionado e chorando! Nós também!

Ovacionados pelo publico, “Stressed Out” foi outro sucesso da noite com Tyler pulando mais uma vez o piano e se divertindo muito no palco.

“My Blood” não podia faltar. Todo mundo também cantou junto neste momento épico do show. “Cut My Lip” foi a próxima e a novidade foi que Dimitri Vegas e Like Mike apareceram no palco! Daí eles pediram para todo mundo meio que se abraçar e ir pulando pra esquerda e direita! Foi sensacional.

Já em “Morph”, Josh jogou suas baquetas na plateia e foi lá embaixo no meio dos fãs. Ele se jogou no público e subiu em cima da bateria que estava sendo levantada no meio da multidão!!

Daí, o hino “Car Radio” começou com Tyler no piano novamente. Aí aconteceu mais uma vez o imprevisível: ele desceu no meio do povo e foi direto às estruturas de metal que têm no meio da multidão, onde ficam as câmeras e os repórteres da TV, e SUBIU nelas. Ele terminou de cantar a música em cima daquilo e foi lindo! Gente, arrepiou tudo. E o medo desse homem cair? Hahah

Foi quase que uma “repetição” de quando subiu nas estruturas de metal ao lado do palco em seu show de 2016 aqui no Brasil. Mas foi muuuito maior! Muito épico!

Já de volta ao palco, tudo normalizado, começaram a tocar “Chlorine” com o Ned (como se chama o bichinho muito fofo) atrás no telão.

Com o teclado em cima do carro, Tyler cantou “Trees”. Ele disse: “O mundo todo tá assistindo. Vamos pular!” E todo mundo pulou muitooooo. Ele agradeceu pela energia da galera e energia não faltou MESMO.

Eles desceram novamente no público e cada um subiu de um lado da plateia e bateram num tambor e confetes e muita fumaça começaram a sair. Todo mundo estava gritando e muito emocionado com aquele momento. Foi de fato, inesquecível.

O show acabou assim e ficou com um gostinho de “quero mais”. Voltem sempre, Josh e Tyler. Vocês aqueceram muito a nossa noite (e corações) com tanto fogo no palco e energia contagiante.

Comentários

Topo