Menu Papel POP

Artista! Billie Eilish explora ainda mais os mistérios do inconsciente em show no Coachella

MAIS SOBRE:

Rolou um certo atraso no show de Billie Eilish no festival Coachella 2019. A apresentação, marcada para começar à 1h50 (horário do Brasil) deste domingo (14) só foi ter seu início por volta de 2h20. Sabe como é, às vezes rola um problema técnico e é preciso esperar.

Quando os empecilhos foram resolvidos… valeu a pena cada segundo de expectativa. Mais uma vez a cantora fez jus àquela fala que já vem se tornando um clichê ao citá-la como uma das mais promissoras artistas do pop.

Tanto que nesta madrugada Billie fez com as canções do disco “When We Fall Asleep Where Do We Go?”, material inspirado em suas viagens pelo inconsciente, seus medos e o que há por trás de seus sonhos, fossem cantadas em coro por uma plateia ansiosa.

Se liga nessa entrada, que sinistra:

A primeira música do set, como não poderia ser diferente, foi “bad guy”.

O que se viu foi antes de mais nada uma apresentação hipnótica. Acompanhada somente pelo irmão e colaborador Finneas O’Connell, que ficou no comando de sons mais elaborados no computador, e um baterista, a artista se mostrou extremamente confiante. Surpresa, ela se disse em alguns momentos chocada com a quantidade de pessoas a observá-la.

Os problemas técnicos seguiram ao longo da apresentação, o que não atrapalhou nem um pouco o desempenho da moça. Em um dos momentos, o microfone simplesmente não funcionou. Mas dá só uma olhada nesse vídeo, feito logo após um desses incidentes. Maravilhosa!

Embalada por tons noturnos, a cantora trouxe para o palco alguns de seus maiores sucessos como “You Should See Me In a Crown”, “Bury a Friend” e as balada “Wish You Were Gay” e “When The Party’s Over”. Quase nunca parada, Billie fez com que as pessoas a enxergassem como uma artista de verdade, deixando de lado o fato de ter somente dezessete anos.

No encerramento, “COPYCAT” e a certeza de que Billie merece muito mais. Quem sabe nas próximas edições o posto de headliner não vem?

Comentários

Topo