Menu Papel POP

Dan Reynolds pede que líderes religiosos condenem terapia de conversão

Um grande defensor da causa LGBTI+, Dan Reynolds usou sua voz mais uma vez para lançar luz sobre questões ligadas às controvérsias que cercam sessões de terapia de conversão.

Em sua conta no Twitter, o vocalista do Imagine Dragons pediu que líderes religiosos se posicionem a favor da igualdade, repudiando ações do tipo.

“Eu peço aos nossos líderes religiosos em todo o mundo para defenderem a igualdade juntos. Uma verdadeira igualdade, não palavras vazias de amor, mas afirmações e ações que mostrem aos nossos jovens LGBTQ que eles são pessoas “sem pecado” e perfeitos da maneira que são”.

Reynolds ainda disse que ter ciência da gravidade do problema é imprescindível para que as taxas de suicídio e depressão caiam não só nos Estados Unidos, mas no restante do mundo.

“Até que essas mudanças sejam feitas dentro das doutrinas da fé ortodoxa, continuaremos a ver um aumento nas taxas de suicídio e depressão/ansiedade entre nossos jovens LGBTQ”.

Para ele, a saída para uma boa convivência e o fim do afastamento dos jovens de instituições religiosas está na mudança do próprio posicionamento da igreja diante de questões delicadas como esta.

“Até que os líderes de todas as religiões ortodoxas denunciem as terapias de conversão e aceitem nossos jovens LGBT em plena comunhão, acredito que continuaremos a ver um grande êxodo de toda a fé ortodoxa. Nós não somos uma geração que representará intolerância, homofobia ou racismo”.

A banda liderada pelo cantor toca no Brasil no próximo dia 06 de outubro, como parte do line-up do Rock in Rio 2019. Dan, a gente te ama!

Comentários

Topo