Menu Papel POP

Cardi B diz que odeia críticas quanto a seus gastos com artigos de luxo

MAIS SOBRE:

Lembra que em algumas cenas do clipe de Money, lançado em dezembro de 2018, a Cardi B aparece rodeada de muita ostentação? Muito bem. O negócio dela é money, power and glory não só na arte, mas também na vida real.

Quem disse isso, em outras palavras, foi a própria artista nesta quarta-feira (6). Em um vídeo publicado no Twitter (e que depois foi removido), Cardi B defendeu o direito de usar a própria fortuna para comprar o que quisesse – especialmente artigos e objetos de luxo.

Na publicação, ela faz um balanço de suas finanças e questiona as autoridades, mostrando o quão grande é a porcentagem de impostos paga.

Olha só o que ela diz:

“Você sabe o que eu odeio? Eu odeio quando as celebridades fazem algo muito extravagante ou compram algo muito luxuoso e há pessoas nos comentários que dizem algo do tipo ‘Você poderia ter doado isso’, ‘Oh, nós estamos caminhando pra trás – você deveria ter feito isso e aquilo’… Quem é você para dizer às pessoas o que fazer com o seu dinheiro que veio de um trabalho duro? Você sabia que artistas como eu e muitos rappers que eu conheço, eles literalmente cuidam de toda a sua família e isso não é dedutível de impostos, porque o IRS não considera isso “um negócio.

A rapper também explicou como funciona para receber o seu dinheiro, apontando que há uma taxação de 45% de seus ganhos feita pela Receita Federal – o que tornaria o fruto de seu trabalho um tanto mais complicado de ser aproveitado.

“Isso significa que, para gastar 500.000, você precisa fazer pelo menos um milhão”.

Assista:

E aí, você concorda? Deixa a mulher gastar, gente!

Comentários

Topo