Menu Papel POP

Lady Gaga irá retirar dos serviços de streaming sua música com R. Kelly, que é acusado de assédio sexual

MAIS SOBRE:

Lady Gaga emitiu uma declaração poderosa sobre sua história com R. Kelly, o cantor de R&B que enfrenta uma investigação criminal em meio a alegações de assédio sexual, que surgem desde a década de 1990.

A declaração de Gaga acontece depois que manifestantes que estão usando a hashtag #MuteRKelly foram ao estúdio de gravação do cantor em Chicago na noite passada (09). A investigação criminal segue as seis partes da série de documentários do canal Lifetime, Surviving R. Kelly, na qual diversas mulheres alegam ter sido vítimas de agressão sexual pelo cantor de 52 anos.

Gaga gravou um dueto com Kelly na música Do What You Want (With My Body), que foi lançado como single de seu terceiro álbum Artpop, em 2013. Ela disse em seu comunicado que pretende retirar a música dos serviços de streaming.

“Eu estou do lado destas mulheres 1000%, acredito neles, sei que elas estão em sofrimento e com dor e sinto que suas vozes precisam ser ouvidas e levadas à sério. O que eu ouço das acusações contra R Kelly são absolutamente horríveis e indefensáveis. Como uma vítima de abuso sexual, eu fiz a música e o clipe em uma época sombria da minha vida, minha intenção era criar algo desafiador e provocativo porque eu estava brava e não havia processado o que aconteceu na minha vida. A faixa se chama “Do What U Want (With My Body)”, acho que é bem claro quão distorcido meu pensamento era na época”.

Conclui:

 “Eu removerei a música do iTunes e outros serviços de streaming e não trabalharei com ele novamente. Peço desculpas pelo meu julgamento ruim e por não ter me pronunciado antes”.

Aqui é a primeira parte do documentário de Surviving R. Kelly:

Comentários

Topo