Menu Papel POP

Bruna Linzmeyer conta que perdeu contratos ao se assumir lésbica

Um dos maiores nomes da nova geração de atrizes brasileiras, Bruna Linzmeyer é capa do mês de janeiro da revista Marie Claire, que trata sobre diversas pautas do mundo feminino.

Entre os assuntos que tratou na matéria de capa, a atriz que trabalhou muito em 2018 e tem tudo para arrasar ainda mais neste novo ano, contou que perdeu contratos ao se assumir lésbica.

“Claro que perdi contratos por me assumir lésbica. E claro que fiquei assustada, principalmente porque tinha um apartamento para pagar e meus pais não são ricos, pelo contrário. Mas não tive muita escolha. Ou me assumia e vivia a minha vida, ou tinha um câncer, tinha depressão. Adoecia.

Bruna Linzmeyer namora a artista plástica Priscila Visman desde 2016 e conta que se esconder de paparazzis ou de fãs nunca foi uma opção.

“Não vou deixar de beijar minha namorada em público porque alguém poderia bater uma foto e isso virar notícia. Nunca foi uma opção me esconder”

Ela ainda contou que mesmo perdendo essas marcas que não queriam associar seu nome à uma pessoa LGBT, ela se aproximou de outras que pensam como ela e, para Bruna, isso é “valioso”.

“A minha sorte é que, por outro lado, me posicionar aproximou de mim marcas que pensam como eu, que acreditam que o exercício da liberdade é valioso.”

Em 2018, a atriz esteve nas telonas dos cinemas muitas vezes. Ela esteve no elenco de produções como O Banquete, O Grande Circo Místico, O Que Resta. Já para o ano que vem, a lista é ainda maior!

Ela estará em dois longas e dois curta metragens já programados para rodagem. Além disso, Linzmeyer vive Lourdes Maria, na novela global O Sétimo Guardião.

Veja aqui a capa da Marie Claire deste mês, em que Bruna revela sua axilas não depiladas. Ela aproveitou para tratar do assunto na reportagem:

“Se não falamos sobre elas, não viram uma questão a ser debatida. É aí que quero chegar. Me depilei durante muito tempo. Ter pelos já foi estranho para mim. Hoje, acho estranho uma mulher não os ter. E mais: acho sexy quando uma mulher tem e acho sexy em mim.”

Reprodução/Marie Claire

Comentários

Topo