Menu Papel POP

Mark Ronson diz que Joanne foi necessário para que Lady Gaga chegasse a Nasce Uma Estrela

Em entrevista ao Hollywood Reporter nesta semana, Mark Ronson, que além de produzir Joanne junto à Lady Gaga, também trabalhou com a artista na trilha sonora de Nasce Uma Estrela, comentou sobre o processo criativo das canções utilizadas no longa.

Segundo ele, ter produzido um disco que foge aos moldes do mercado e que é tão pessoal como foi Joanne, foi um processo necessário e muito rico para que Gaga evoluísse como artista e tivesse maior sensibilidade e conforto na hora de produzir as canções para o filme.

“Nós provavelmente fomos sortudos por termos trabalhado em Joanne e superado algum espaço para que ela estivesse pronta para ir a um outro, muito pessoal, como foi quando escrevemos Shallow. Se fosse uma sessão regular de composição, em que tivéssemos acabado de nos conhecer no dia anterior, não sei se teríamos aproveitado bem isso”.

De acordo com Ronson, Gaga literalmente incorporou a personagem e escreveu sob o efeito da emoção. Artista de verdade faz assim, né?

“Ela estava obviamente escrevendo como sua personagem, Ally. Toda a merda e a experiência adquirida durante a vida, as provações e tribulações, são meio que canalizadas nessa música, mas são feitas para essa pessoa cantar no filme. Nós a imaginamos para os créditos finais. Não fazíamos ideia de que se tornaria parte da narrativa”.

Que surpresa maravilhosa, né? Vem assistir ao clipe e se emocionar junto com a gente:

Comentários

Topo