Menu Papel POP

Foto de 2015 com integrante do BTS usando chapéu estilo nazista ressurge e vira alvo de crítica de grupo judaico

MAIS SOBRE:

Um grupo judeu de direitos humanos condenou os gigantes do K-Pop, BTS, depois que surgiram fotos de um dos integrantes posando com chapéu estilo nazista.

Em comunicado, o Centro Simon Wiesenthal acusou a banda de “zombar o passado”. As fotos apareceram na internet apenas dias depois que o grupo estava na TV japonesa com uma camiseta que parecia representar os bombardeios atômicos de Hiroshima e Nagasaki, em 1945.

As fotos que estão circulando agora são de um photoshoot de 2015. A foto mostra um integrante do grupo usando um boné com o símbolo das notórias Unidades da SS, que controlavam os campos de concentração.

“Vestir uma camiseta no Japão zombando das vítimas da bomba atômica, é apenas o mais recente incidente desta banda zombando o passado”, disse o rabino Abraham Cooper, o reitor adjunto do grupo de Los Angeles.

Além disso, o grupo fez um show onde estão com bandeiras que lembram a suástica nazista:

O rabino continuou:

“Escusado será dizer que este grupo, que foi convidado para falar na ONU, deve ao povo do Japão e às vítimas do nazismo um pedido de desculpas.

“Mas isso não é suficiente. É claro que aqueles que planejam e promovem a carreira desse grupo estão muito à vontade para diminuir a memória do passado. O resultado é que as jovens gerações na Coreia e em todo o mundo são mais propensas a identificar o fanatismo e a intolerância como sendo “legais” e ajudam a apagar as lições da história. A gerência deste grupo, não apenas os executores da frente, deve se desculpar publicamente.”

A empresa BigHit se pronunciou sobre o ocorrido, em seguinte post:

Sua declaração completa diz:

“Olá, este é a Big Hit Entertainment. Recentemente, há muitos problemas diferentes em torno de nossos artistas BTS. Nossa declaração é a seguinte: Estas são as questões que Big Hit analisou: primeiro, que nosso artista usou uma camiseta com imagens da bomba atômica.  Segundo, que nosso artista usou um chapéu com o simbolismo nazista em uma sessão de fotos antiga para uma mídia coreana.  Terceiro, diz-se que nossos artistas usaram bandeiras com imagens nazistas durante uma apresentação em um concerto do qual participaram.

 

“Esta é a nossa declaração em resposta a cada uma dessas questões: nas promoções da BTS, bem como nas promoções de todos os nossos artistas, a Big Hit não apóia a guerra ou a bomba atômica. Nós nos opomos a essas coisas e não pretendíamos causar danos às vítimas da bomba atômica. Não haverá mais problemas como este daqui para frente.

 

“Nas promoções da BTS, assim como nas promoções de todos os nossos artistas, a Big Hit não apóia nenhuma forma de totalitarismo, incluindo o nazismo, ou quaisquer grupos com tendências políticas radicais. Nós nos opomos a essas coisas e não tínhamos a intenção de causar danos às vítimas históricas desses grupos. Não haverá mais problemas como este daqui para frente.

 

Este é nosso pedido de desculpas pelas questões mencionadas acima. Sobre o item de vestuário com imagens de bomba atômica, como dissemos acima, não foi feito com qualquer intenção, e nós confirmamos que a camisa em si não foi produzida com a intenção de causar danos às vítimas da bomba atômica. No entanto, é óbvio que o dano pode ter sido causado de forma não intencional às vítimas quando a camisa foi usada devido à nossa falta de previsão e preparação. Pedimos sinceras desculpas por potencialmente causar desconforto com a aparição de nossos artistas conectados a imagens de bombas atômicas.

 

Sobre o chapéu com o simbolismo nazista sendo usado em uma sessão de fotos antiga, como dissemos acima, isso não foi feito com qualquer intenção. As roupas e acessórios utilizados na sessão de fotos nos foram entregues pelo meio de comunicação. Nossos artistas acabaram usando-os devido à nossa incapacidade de verificar suficientemente de antemão e danos podem ter sido causados ​​de forma não intencional às vítimas do nazismo. Pedimos sinceras desculpas por causar desconforto com a aparição de nossos artistas conectados com imagens nazistas.

 

“No entanto, gostaríamos de afirmar claramente que a responsabilidade por essas questões é da Big Hit, que não pôde apoiar plenamente nossos artistas. Nossos artistas têm que lidar com muitos horários e condições e a responsabilidade pelas questões acima não está com eles.
(…)

 

“A Big Hit tomará as seguintes medidas para resolver esses problemas: primeiro, entraremos em contato com as associações de vítimas da bomba atômica no Japão e na Coreia para explicar e pedir desculpas pelos problemas que foram levantados. Também enviamos uma carta explicando e pedindo desculpas pela situação ao Centro Simon Wiesenthal [um grupo judeu de direitos humanos]. ” 

Comentários

Topo