Menu Papel POP

The Black Eyed Peas (sem Fergie) lança novo álbum depois de 8 anos. Vem ouvir com a gente!

O grupo The Black Eyed Peas não lançava um disco novo desde aquele que tinha “The Time (Dirty Bit)”, “Just Can’t Get Enough” e “Don’t Stop The Party”, lá em 2010. Ou seja, já faz oito anos que eles acertaram muito e fizeram essas canções que a gente vive dançando numa festinha aqui e ali.

Só que muita coisa aconteceu nesse tempo, né? O pop adquiriu novas influências, muita gente nova chegou, muita gente foi embora… Aliás, Fergie mesmo saiu do grupo pra focar na sua carreira solo.

O próprio Will.I.Am de lá pra cá produziu umas coisas interessantes, como parte do “Britney Jean” da Britney Spears, e a canção “Fashion”, da Lady Gaga,

Neste ano, o grupo lançou alguns singles e anunciou uma turnê, que inclusive vem pro Rock In Rio 2019. 

“Masters of the Sun”, o novo trabalho, está sendo lançado hoje (26), com letras politizadas, reflexo do governo americano de Donald Trump.

Será que o Back Eyed Peas, agora só com os três integrantes originais (Will.I.Am, Apl.de.ap e Taboo), continua acertando depois desse tempo todo? O trabalho conta ainda com as participações de CL e Nicole Scherzinger.

Vamos lá!

O disco começa com uma batida super retrô, que depois de uma virada muito inesperada – e boa -, vira um uma releitura ótima da canção R&B oitentista “Back To Life”, do grupo Soul II Soul.

A partir disso, a gente já sabe que pode esperar muitos samples e referências. Aliás, o álbum traz uma boa mistura delas, passando por um som que lembra o jazz de Miles Davis e indo AO SAMBA. A quarta faixa, “4EVER”, é um eletrônico todo baseado no nosso ritmo brasileiro. Já na música “New Wave”, alguns trechos vêm sampleadas de “The New Style”, do famoso grupo de hip-hop Beastie Boys.

A faixa 5, “Constant”, tem um momento interessante: Will.I.Am ressalta que só agora são os três originais, “sem ego”. HM… SERÁ QUE FOI PRA FERGIE?

sticker for iOS & Android | GIPHY

“Dopeness”, a colaboração com a CL, traz uma vibe meio trilha do Tarantino com as guitarras.

Ouvindo a “Wings”, vem o pensamento: “Ai, que saudade da voz da Nicole Scherzinger!”

A ex-Pussycat Dolls domina nessa canção, que traz mais um sample ~OLHA SÓ

No refrão, ela vira uma versão de Tom’s Dinner, original de 1987, da Suzanne Vega.

AH! Não é porque Fergie não faz mais parte do grupo que as canções não tenham mais vocais femininos. Além das participações que a gente já comentou, outras faixas são cantadas por Jessica Reynoso, ex-participante do The Voice das Filipinas, no qual Apl.de.ap foi jurado.

Ela até aparece no clipe de “Ring The Alarm”, apesar de não ser creditada:

Pensando que o pop atualmente está cheio de referências meio esquisitas, como a PC Music, ou até uma pegada mais latina, o Black Eyed Peas não conseguiu tanto trazer um som inovador e futurista como antes. Ainda assim, o “Masters Of The Sun” traz músicas gostosas pra deixar tocando num jantarzinho com amigos, sabe? Pra ouvir o disco, que é distribuído pela Universal Music Brasil, é só clicar aqui:

Comentários

Topo