Menu Papel POP

Eminem está sendo criticado por letra homofóbica contra Tyler, The Creator

Eita!

First things first: para quem perdeu ou estava ausente da vida, Eminem lançou há poucos dias um álbum de surpresa, e ele já está dando o que falar. No disco, o rapper faz um shade em vários rappers, e um deles é o Tyler, The Creator.

Na música Fall, Eminem canta: “Tyler não cria nada, eu vejo por que você se chamava de viadinho (faggot), puta / Não é só porque você não tem atenção / É porque você cultua D’ 12 bolas, você é sacrílego (ou sua religião é saco, já que pode ser ouvido sack-religious).” Ele censura o insulto na música, embora esteja bem claro o que ele está realmente dizendo, mas isso não impediu as pessoas de se ofenderem – com razão.

“Não consigo nem dizer que estou surpresa com o Eminem ainda usando xingamentos homofóbicas em 2018 porque ele é uma criança mas Justin Vernon, o que diabos você está fazendo nessa música, cara?”

“Eminem censurando aquela palavra só me faz pensar que ele está bem ciente de quão rápido ele será cancelado em 2018.”

“Eminem é muito velho para estar chamando as pessoas de “viados” em um álbum que só soa que ele está bravo com um viado específico que apareceu atrasado no clubinho do livro.”

“Uma criança de oito anos se matou na semana passada por causa de bullying homofóbico então um rapper mainstream sugerindo essa palavra e ser aceitável usar em determinado contexto é bem fodido, você não acha?”

A faixa tem a colaboração do Justin Vernon, também conhecido como Bon Iver. O cantor foi a sua conta do Twitter na última sexta (31) pedir desculpas pela música:

“Eminem é um dos melhores rappers de todos os tempos, não há dúvida. Eu sempre vou respeitar isso. No entanto, esse não é o momento de criticar a juventude, e sim escutá-la. Agir com ela. Certamente não é o momento para xingamentos. Queria que eles tivesse me escutado quando pedimos para mudar a música.”

E terminou dizendo:

“Eu estava errado e vamos matar essa faixa.”

Para que não nos esqueçamos, tanto Tyler quanto o  Eminem têm um histórico homofóbico de usar o xingamentos em suas músicas. Há rumores de que Tyler é realmente gay, mas o rapper nunca se revelou publicamente. Eminem tentou se livrar das acusações de homofobia em 2001, quando ele fez um dueto com Elton John no Grammy  (John disse que, para ele, o rapper “nunca foi homofóbico”). Mais recentemente, em uma entrevista de 2013 com a Rolling Stone, Eminem explicou seu comportamento ainda mais, afirmando que, antigamente, a palavra faggot era “mais como chamar alguém de puta ou punk ou idiota”. Ele continuou: “Errado ou certo, mas neste momento da minha carreira – cara, eu digo tanta merda que é irônica. Eu zombo de outras pessoas. Mas o verdadeiro eu está sentado aqui agora falando com você e não tem problemas com gay, hétero, transgênero, de jeito nenhum. ”

Vale a pena notar que ele nunca se desculpou por usar o termo ofensivo, nem jurou não usá-lo novamente. Cinco anos se passaram desde aquela entrevista, e o rapper deveria ter pensado melhor numa escolha de palavras, não?

Comentários

Topo